A casinha de cachorro talvez seja um dos ambientes mais importantes para o seu animal. Afinal, assim como para nós o lar é um lugar de paz e refúgio, para os cães também. Por mais que a casinha dele não represente o espaço amplo e de maior convívio, é importante entender que ela também é um local que ele poderá sentir-se bem e seguro.

E para te ajudar a entender um pouco mais sobre este assunto, acompanhe nossas dicas abaixo.

casinha de cachorro

Foto: Freepik

Casinha de cachorro – Qual comprar ou como fazer?

Você sabe qual casinha de cachorro comprar? Ou, se preferir, você sabe como fazer uma boa casinha de cachorro? Nem sempre é fácil escolher. Por mais que pareça ser um assunto simples, é importante entender que a escolha precisa ser bem feita. Você não pode escolher comprar ou fazer a casinha simplesmente por motivos estéticos ou de fofura.

Conforme já mencionamos anteriormente, o cão precisa usá-la para dormir, se proteger e sentir-se seguro. E quando ele não consegue isso, as chances de você ter um cão estressado ou um cachorro com medo são grandes. Por isso, os mínimos cuidados e detalhes precisam necessariamente serem levados a sério e em consideração. Acompanhe!

O material é o primeiro item que precisa ser observado

Quando estamos pensando em entregar uma casinha para nosso cachorro, precisamos fazer uma série de reflexões com relação ao comportamento dele. Ou seja, como ele se comportará na casinha? O que ele faz no dia a dia que pode repetir na casinha? E isto é fundamental para evitar alguns tipos de acidentes e situações de estresse.

Neste caso, escolher bem o material que você irá comprar ou construir é o passo número um! Um material que pode causar acidentes deve ser evitado. Quer um exemplo? Se o seu cachorro adora roer as coisas, não é a casinha que será evitada. E por isso, caso aconteça, ele não pode conseguir arrancar partes ou farpas que podem engasgar.

casinha de cachorro

Foto: Freepik

Além disso, a questão dos compostos químicos também são importantes. Por exemplo, se o seu cão adora lamber, o material da casinha de cachorro não pode ter compostos que farão o animal passar mal. Por isso, evite casinhas de plástico ou de madeira tratada. Afinal, as substâncias contidas ali são desconhecidas e seu animal pode facilmente ter problemas mais graves.

Veja também: Casinha para cães em formato de trailer

Cuidado com enfeites ou “frufrus”

Quando adotamos um animal de estimação, tudo que queremos é que ele sinta-se feliz e confortável. E com isso, nem percebemos alguns erros simples. Por exemplo, enfeitar a casinha com laços ou fitas. Pode parecer banal, mas se houver algum laço solto ou comprido o suficiente para o cão se enrolar sem querer, ele poderá sofrer uma parada respiratória e nem ele e nem você perceberão a tempo.

Por isso, todo cuidado é pouco com os detalhes e enfeites. Use somente o básico e de preferência deixe a casinha livre de itens que possam fazer mal.

casinha de cachorro

Foto: Freepik

O modelo da casinha de cachorro precisa ser de acordo com o tamanho do cão

Esta dica é óbvia, mas é importante. O seu cachorro precisa sentir-se confortável dentro da casinha. E isto precisa acontecer de todos os pontos de vista possíveis e, o mais clássico, é o tamanho do lugar. Imagine que um cão de grande porte precise de espaço. E, se ele não tiver, facilmente a sensação de confinamento pode ocorrer e com o tempo, ele recusar ficar na casinha.

E para um cão pequeno a situação é a mesma. De preferência, compre ou faça um ambiente que seja compatível com o porte físico do animal, onde ele possa deitar, sentar, se virar e ficar em várias posições diferentes para não sentir-se mal. Boa sorte!

Veja também: Casa boa para pets: tutores pensam nos bichinhos antes de escolher imóvel