Saber como trocar o alimento do cachorro é o objetivo de muita gente. Visto que é necessário, de tempos em tempos, adaptar a dieta para melhor atender as necessidades físicas e até mesmo psíquicas do animal. Mas, para que isso ocorra de uma maneira segura, o ideal é que você siga um passo a passo regradinho.

Assim, garantirá a adaptação do pequeno e evitará que o mesmo se estresse ou tenha algum efeito colateral com as mudanças alimentícias. Para saber mais sobre este assunto, acompanhe este artigo até o fim.

como trocar o alimento do cachorro

Foto: Freepik

Como trocar o alimento do cachorro?

Abaixo vamos lhe apontar alguns fragmentos importantes sobre como trocar o alimento do cachorro. Atente-se para cada um deles e procure administrar esta mudança de um modo mais interessante.

Vamos lá?

1- Opte sempre por algo mais saudável

Este é, sem dúvida, o primeiro ponto que você precisa levar em conta. Afinal, não adianta você simplesmente querer saber como trocar o alimento do cachorro se isso não apresenta nenhum tipo de resultado positivo. Ou seja, não adianta querer trocar para algo menos saudável, certo?

Ainda mais se pararmos para pensar que, ao longo do tempo, o nosso pequeno amigo também está envelhecendo. Logo, ele necessita de cuidados e nutrientes especiais, que garantam mais tempo de vida e a qualidade da mesma.

Por isso, se você quer mesmo trocar a alimentação do seu cachorro, jamais troque-a para algo mais “barato” ou menos nutritivo. Pois uma coisa é certa: o barato sempre sai caro, ok? Quanto mais qualidade tiver o alimento do seu cão, mais vida longa e feliz ele poderá desfrutar.

Veja também: Alimentação natural para cães.

como trocar o alimento do cachorro

Foto: Freepik

2- Faça a troca gradualmente

O segundo ponto que precisa ser considerado é com relação a troca de alimento em si. Ela precisa ocorrer de um modo mais gradual, e não repentinamente. Visto que se o animal não gostar da comida e brigar com a nova dieta, ele pode rejeitar comer e, até mesmo, ficar receoso para experimentar algo novo.

Por conta disso, é preciso seguir uma regrinha de porcentagem. Ela é quem lhe dará margem acerca de quanto você deve incluir da nova alimentação, em todas as refeições do seu pet. De maneira geral, você deverá:

  • 1º e 2º dias: 75% Alimento antigo + 25% Nova dieta
  • 3º e 4º dias: 50% Alimento antigo + 50% Nova dieta
  • 5º e 6º dias: 25% Alimento antigo + 75% Nova dieta
  • 7º dia em diante: 100% Nova dieta.

Seguindo este cronograma, você dará espaço para que o cachorro vá adaptando o seu paladar. E assim, ele nem se dará conta da troca, apenas usufruirá dos benefícios que a mesma pode promover para ele.

3- Observe o comportamento e as necessidades do cão

Durante o processo de troca de alimento, você precisará se atentar para o comportamento e as necessidades do seu cachorro. Afinal, estes fatores serão um ótimo termômetro para que você saiba se é uma boa ideia manter a nova ração, ou não.

Portanto, repare em quantas vezes o cachorro defeca, bem como está o temperamento do mesmo. Ele se demonstra mais estressado? Calmo? Irritado? Quais são as características que ele tem transparecido para você?

E quando chega a hora de comer: Ele parece empolgado ou não demonstra apetite? Considere todo e qualquer sinal que retrate que algo está fora dos “eixos”, para que assim você possa reverter a situação antes que o problema desenvolva algum tipo de efeito colateral no bichinho.

Veja também: Como saber se o cão está estressado?

como trocar o alimento do cachorro

Foto: Freepik

4- Lembre-se que o ambiente também é importante

Por fim, lembre-se também que todo o ambiente influi com a troca de alimentação do seu pet. Mas o que isso quer dizer, na prática?

Bem, você precisa criar um espaço que seja verdadeiramente aconchegante para o mesmo. Assim você trará mais conforto e ele se sentirá mais à vontade para se alimentar. Neste caso, cuide muito bem da higienização do espaço em que você costuma deixar o pote de comida e de água.

Além disso, a água precisa ser limpa e em abundância, para uma melhor digestão. Mantenha o ambiente bem iluminado e arejado. Afinal, você sabe como é bom se alimentar em um espaço organizado, limpo e aconchegante, não é mesmo? Então faça este agrado ao seu pet também.

como trocar o alimento do cachorro

Foto: Freepik

Como trocar o alimento do cachorro no tempo certo

Saber como trocar o alimento do cachorro não é tão difícil, não é? Apenas alguns cuidados e um pouquinho mais de atenção já será interessante para promover a troca saudável e efetiva. Entretanto, lembre-se sempre que cada cachorro teu o seu tempo e, embora exista um cronograma de troca, o ideal é que você sempre observe como está reagindo o cão, a cada nova refeição, todos os dias até a troca efetiva.

Assim, você vai garantindo que ele está se adaptando verdadeiramente, evitando que haja qualquer tipo de deslize que o faça ficar sem comer. A paciência sempre será sua forte aliada neste tipo de processo, ok? Garanta o tempo de adaptação do seu pet e mantenha a saúde dele, tanto física quanto mental, em dia!

Leia também: Dieta para cachorros diabéticos