Ela atinge numerosos cães, mais frequentemente animais idosos, cadelas esterilizadas, cães sedentários demais ou empanturrados de doces.

 

CUIDADOS:

É indispensável colocar o cão obeso em regime, seguindo as recomendações do veterinário.

Sempre é recomendável investigar alguma doença endócrina que possa ser a causa dessa obesidade (diabetes, hiperadrenocorticismo, hipotireoidismo, desequilíbrio hormonal). A obesidade pode gerar outros distúrbios articulares, cardíacos e metabólicos.