Pequinês é um cão com a aparência e coragem de um leão, outrora adorado como uma divindade, hoje em dia é um companheiro maravilhoso, mas exigente. Conheça um pouco sobre a personalidade do Pequinês!

O pequinês é uma das raças mais antigas, provavelmente criada na Manchúria por volta de 500 aC, de onde encontrou seu caminho para as cortes imperiais na China.

Eles compartilham raízes comuns com shih-tzu, papillon, chihuahua e pug.

Além disso, diz a lenda que este cão acompanhou o Buda e tinha a capacidade de se transformar em leão quando seu dono estava em perigo. Segundo os chineses, o pequinês era a personificação do lendário cão FO (leão chinês), que afastava os maus espíritos.

Na China, esses cães eram tratados quase como divindades, viviam em cortes e templos imperiais, e seu dono só podia ser o imperador e sua família imediata.

Assim, eles tinham seus próprios aposentos e zeladores especiais que cuidavam deles o dia todo. Mas nenhum outro cão poderia ser mantido ao redor do palácio para proteger o pequinês de doenças.

O roubo de um pequinês era punível com a morte. Além disso, até o século XIX, essa raça não era conhecida em nenhum outro lugar do que na China.

Descubra agora como é a personalidade do Pequinês!

Personalidade do Pequinês

Personalidade do Pequinês

Cachorro olhando para camera- Foto: Freepik

Os cães pequineses são cães muito elegantes, inteligentes e teimosos. De acordo com suas origens, eles se comportam como aristocratas caninos.

Eles gostam de carícias, mas apenas quando eles próprios têm vontade. Você tem que ganhar seus favores e amor.

O pequinês é muito amoroso e apegado à família, mas indiferente, quase desconfiado de estranhos. Esta qualidade os torna excelentes guardiões; gostam de latir quando estranhos se aproximam.

Alguns pequineses tendem a latir muito, então é uma boa ideia ensiná-los cedo quando parar. Eles são corajosos, às vezes até imprudentes e, se necessário, defendem você até a morte.

É mais resistente e ousado do que sua aparência sugere. Dignidade real, autoestima, autoconfiança e teimosia unem-se em um cão vivo, afetuoso e bem-humorado que o respeitará se você o respeitar.

Ele é leal e atencioso com seu dono.

Personalidade do Pequinês

Cachorro pequinês deitado – Foto: Freepik

O temperamento é influenciado por muitos fatores, incluindo hereditariedade, treinamento e socialização.

Filhotes com bom temperamento são interessantes e divertidos, estão ansiosos para se aproximar das pessoas e se deixarem pegar.

Como qualquer cão pequeno, ele precisa de socialização precoce – exposição a muitas pessoas, imagens, sons e experiências diferentes – durante sua juventude.

Convidar visitantes regularmente e levá-lo a parques movimentados, fazer compras com cachorros e passear para conhecer os vizinhos também o ajudará a aprimorar suas habilidades sociais.

A confiança desse cachorro vai sendo conquistada aos poucos, e quando ele nos ama, esse amor dura para o resto da vida . Ele é o cachorro do dono. Pequinês não gosta de mudanças (especialmente quando se trata de higiene).

Personalidade do Pequinês – Como é morar com um pequinês?

Personalidade do Pequinês

Cachorro olhando para o alto – Foto: Freepik

O pequinês é muito fácil de cuidar e requer pouca comida para se manter saudável. No entanto, muitas guloseimas levam facilmente à obesidade.

Embora o pequinês seja bastante ativo, não precisa de longas caminhadas para se exercitar. Uma curta caminhada dentro de casa ou ao ar livre com bom tempo é o suficiente. Com o rosto encurtado, o pequinês não aguenta clima quente ou úmido. Este focinho encurtado também os torna propensos a roncar!

Além disso, um pequinês precisa de muita companhia humana para ser feliz. Eles brincam para chamar a atenção, latem e tentam proteger suas casas e famílias.

Eles ficam muito felizes por serem abraçados na maioria das vezes e poderem sentar no colo. A maioria deles se dá bem com crianças mais velhas. A socialização precoce dos animais de estimação é importante.

O cuidado é uma questão importante. Um cachorro com um pelo de exibição completo requer muita atenção todos os dias.

A maioria dos pequineses tem pelos um pouco mais curtos e fáceis de cuidar, mas eles ainda precisam de cuidados diários.

Pequinês e crianças

Pode parecer que cachorrinhos e crianças são uma ótima dupla. No entanto, o pequinês não é uma boa escolha para famílias com crianças que, sem saber, podem tratá-lo com grosseria.

Além disso, o cão não tolera ser agarrado ou cutucado e não hesita em se defender. Sempre supervisione todas as interações entre seu animal de estimação e o bebê de qualquer idade.

Pequinês e outros animais

O pequinês nem sempre se dá bem com outros cães. Ele prefere a companhia de outros pequinês, embora demore muito para se acostumar com os outros animais de estimação da casa.

Graças à socialização adequada, isto é, ao contato precoce com muitas pessoas diferentes, outros animais, lugares, sons e experiências – eles podem, no entanto, se tornar os melhores amigos de outros cães e gatos e incluí-los em seu grupo real.

No entanto, até ter certeza de que todos estão se dando bem, supervisione seus contatos.