O mais comum é ver alguns animais que comem sem parar, mas o que fazer se o cachorro é exigente com a comida?

É mais comum que os cães sejam sacos sem fundos e, que estejam sempre em busca de mais comida.

No entanto, às vezes acontece de o animalzinho não dar muita atenção para os pratos apetitosos que têm a disposição.

Sobretudo no caso dos animais que fazem alimentação natural, acontece muito de o animalzinho comer super bem em uma refeição, mas simplesmente ignorar completamente a comida no outro dia.

Há ainda o caso dos cães que não querem comer de jeito nenhum em um horário, mas que acabam se alimentando algum tempo mais tarde.

São várias as situações possíveis e, de qualquer forma você deve pensar sobre o que fazer se o cachorro é exigente com a comida.

Então, elaboramos este texto recheado de informações para você sanar todas as dúvidas sobre essa questão.

O que pode ser se o cachorro é exigente com a comida?

cachorro pode comer uma vez por dia

Dois cachorros comendo – Foto: Freepik

Cães descendem de animais selvagens e, por isso possuem uma forma de alimentação bastante intuitiva.

Ou seja, basicamente eles comem o que necessitam isso seria o mais normal. Se você reparar bem, os animais que vivem na natureza não sofrem com excesso de peso. Esta é uma questão essencialmente dos animais domesticados.

Em ambiente natural a maioria dos animais come e gasta energia de forma equilibrada, mantendo sempre o bem estar do organismo.

Pensando nisso, pode-se dizer que se o cachorro é exigente com a comida, é porque provavelmente não está com fome o suficiente.

Ou seja, que o seu corpo não necessita daqueles alimentos em determinada quantidade naquele momento.

Sim, essa é uma das hipóteses que explicam um cachorro exigente com a comida. Outra opção é que o animal esteja comendo alimentos muito apetitosos, como petiscos em excesso e, isso os esteja fazendo perder o interesse na comida do dia a dia.

Não há dúvidas de que passar por situações assim é extremamente frustrante, sobretudo quando você se esforça para escolher o cardápio do pet e, até prepara comida para ele.

Pior ainda é quando a repulsa do animal pela comida é tão grande que ele emagrece e começa a ficar com a saúde debilitada porque não come bem.

Principais causas do apetite reduzido em cães

Cachorro comendo carne

Cachorro comendo – Foto: Freepik

O primeiro passo quando se fala em cachorro que é exigente com a comida é que existe o apetite seletivo ocasional e o apetite que é cronicamente seletivo.

Existem situações nas quais os cães perdem o apetite, mas que são completamente aceitáveis e comuns.

Este é o caso de animais que estejam estressados por conta de algum problema. Isso pode ocorrer em depois de uma cirurgia, consulta com o veterinário, exames, após uma viagem ou quando os pets vão para um local desconhecido.

Além disso, quando cadelas no cio e cães machos não castrados são colocados juntos, é comum que todos percam o apetite.

Também existem casos nos quais a falta de interesse por comida se deve a uma doença grave, como é o caso da hepatite, cólica intestinal, constipação, doença renal e hipoadrenocorticismo.

Como existem essas possibilidades, é muito importante que você considere essas questões e, que procure pelo médico veterinário de sua confiança para fazer exames completos no animal.

O ideal é que o profissional faça um exame físico completo, com palpação e, que solicite exames de sangue, de imagem, como uma ultrassonografia do abdômen, entre outros que forem necessários.

Se o cachorro é exigente com a comida e está com o apetite diminuído por conta de uma doença, o diagnóstico e início do tratamento farão com que tudo volte ao normal.

Inapetência por olfato fraco

O olfato dos animais é intimamente ligado ao paladar deles e, em alguns casos pode acontecer de a inapetência surgir justamente por conta de um olfato que não funciona tão bem.

Algumas raças de cães braquicefálicas, como é o caso do Bulldog Francês podem ter alterações faciais tão intensas que as narinas sejam muito fechadas.

Nesse caso, o faro como um todo fica prejudicado. E se você já teve a experiência de comer com o nariz tampado, sabe o quanto isso é desagradável.

Sendo assim, pode-se ter um animal que não se alimenta bem simplesmente porque não se sente atraído pelo cheiro do alimento.

Existem casos desse tipo em que é possível fazer um procedimento cirúrgico que alargue levemente a região das narinas. Isso é feito em casos extremos.

Se o cachorro é exigente com comida é porque não está com fome

Nos tópicos anteriores você viu que o estresse e alguns problemas de saúde podem interferir na fome do pet.

Sendo assim, é preciso estar sempre de olhos bem abertos para tentar detectar qualquer alteração logo de início e, assim tratar rapidamente.

No entanto, a grande maioria dos animais não tem interesse em se alimentar simplesmente por não ter fome suficiente.

Sendo assim, é preciso trabalhar para aumentar a fome do cão, colocando em prática algumas ações bem mais simples.

Cachorro é exigente com a comida – Elimine os petiscos e lanchinhos extra

cachorro é exigente com a comida

Cachorro comendo – Foto: Freepik

Sobretudo no caso do cachorro que é exigente com a comida, deve-se ter a atitude drástica de retirar completamente os petiscos e lanchinhos da rotina,

Nesse caso, acontece mais ou menos a mesma coisa que com crianças pequenas, que quando beliscam muitas guloseimas acabam perdendo o interesse por comida.

Se o seu cachorro é exigente com comida por este motivo, é relativamente simples de se resolver, uma vez que basta remover os alimentos fora de hora.

É importantíssimo que todas as pessoas que convivem com o cão estejam cientes isso. Por isso, deve ser combinado entre todos que ninguém vai alimentar o pet fora de hora.

Nesse caso, é importantíssimo que todos colaborem, de modo que o animal retome a sua alimentação normal.

Além disso, o ideal é que a ração não fique disponível o tempo todo.

De qualquer forma, é bem comum que os cães tenham apetite seletivo por conta dos petiscos, que geralmente têm muitos odores de carne, açucares e   outros compostos.

Todos esses itens fazem muito mal para a saúde do pet, além de deixarem o paladar dele completamente dessensibilizado em relação aos alimentos saudáveis e, sobretudo naturais.

Cão é mais exigente com a comida quando está acima do peso

cachorro é exigente com a comida

Cachorrinho gordo em cima da balança. Foto: Freepik

Esta é mais uma das situações bem comum em relação ao cachorro que é exigente com a comida.

É bem comum que o tutor relate que um animal acima do peso separe toda a carne da dieta e, que deixe os vegetais de lado.

Mesmo tendo fome, é normal que o animal não coma. Isso acontece sobretudo porque os animais que estão acima do peso acabam secretando altas quantidades de grelina e leptina, que são hormônios que promovem a saciedade.

Esta é uma estratégia que o corpo do animal tem para reduzir a entrada de calorias no organismo.

Basicamente ele pensa em tudo o que vai comer para verificar se é realmente importante para a sua saúde.

Se este for o caso, quando a dieta for introduzida e o animal começara perder peso, o seu interesse em se alimentar tende a retornar.

Visando contribuir com o emagrecimento do pet, deve-se ainda estabelecer uma rotina de atividade física, desde que se verifique se o animal não apresenta problemas de saúde e, nem tem doenças ortopédicas.

É claro que tudo isso deve influenciar na resposta, melhorando a aceitação de comida pelo pet com o tempo.

Cachorro é exigente com a comida: Capriche na hora de servir o seu cão

Assim como acontece com as pessoas, os animais também tendem a ser bastante exigentes e, podem gostar bem mais se você preparar tudo com carinho e calma.

Ao invés de jogar tudo em uma bacia e levar ao micro-ondas, que tal colocar o alimento junto com um fio de azeite e adicionar ervas.

Isso ajuda a deixar a refeição com um gosto e aspecto de feita na hora, de modo que tenha cheiros que ajudem a melhorar os instintos.

Uma boa dica para lidar um cachorro que é exigente com a comida é oferecer o alimento embebido em um pouco de caldo de ossos caseiro.

No caso de quem usa alimentos congelados, pode ser ainda mais importante conseguir chamar a atenção do pet com um pouco de ingredientes naturais e caldos que ainda é o se sabor.

Outro ponto importante é verificar qual é o tamanho dos pedaços que o seu animalzinho prefere.

Isso porque enquanto alguns pets preferem pedaços maiores, muitos outros gostam mais se os alimentos estiverem bem picadinhos.

Variar a receita e os ingredientes

Com certeza ninguém gosta de comer sempre as mesmas coisas, não é mesmo? Isso vale também para o seu cãozinho de estimação.

Tenha certeza de que ele não gosta de comer sempre as mesmas coisas. Por isso, procure fazer um cardápio bem variado para o seu animalzinho não enjoar.

Uma boa ideia é variar o tipo de proteína, que pode ser carne bonina, frango, suína ou peixe. Isso vale para a alimentação natural, feita em casa.

Mas no caso das rações comerciais, você também pode buscar por produtos que tenham ingredientes diferenciados.

Hoje em dia existem tantas opções que você não terá problema em agradar o cachorro que é exigente com comida.

Buscar por outras opções de carboidratos, como arroz, batata doce e mandioca também é uma boa opção.

Além disso, procure variações nos tipos dos vegetais que passam a compor a alimentação do seu pet.

Se você acha que o pet enjoa mesmo facilmente, uma boa alternativa é adquirir alimentos de sabões diferentes e, alternar entre eles de tempos em tempos.

Cachorro é exigente com a comida: Ajuste os horários

Assim como acontece com as pessoas, os pets também podem preferir muito mais se alimentarem em um ou outro horário do dia.

A melhor coisa a fazer é observar o pet e verificar qual é o horário em que ele tem mais prazer em se alimentar.

Muitas vezes, um pet sente tanto calor nas horas mais quentes do dia, que prefere fazer as suas refeições bem cedo, antes das sete da manhã.

Mesmo que o animal prolongue um pouco o seu jejum, desde que você perceba que está tudo em ordem, não tem problema se o pet comer um pouquinho mais tarde do que o normal.

O mais importante é dar o máximo para conhecer o pet e, assim conseguir determinar as suas preferências.

O que você não deve fazer jamais é oferecer outros alimentos como forma de recompensar um animal que não comeu.

Prática de Atividade Física Regular

cachorro é exigente com a comida

cachorro-pulando Foto: Freepik

Como foi dito bem no início deste texto, os animais na natureza costumam comer aquilo de que encontram sempre que é necessário como modo de satisfazer as suas demandas.

Sendo assim, uma das principais maneiras de lidar com cachorro exigente com comida é justamente estimulando o gasto energético.

Assim ele tende a se sentir estimulado e, com muito mais fome do que sentia quando estava mais sedentário.

No entanto, é preciso ter cuidado com animais sedentários, começando com mais ou menos 20 minutos de atividade física.

Com o passar do tempo, você pode aumentar a duração e a intensidade, sempre respeitando o bem estar e as limitações do cão.

O ideal é que se faça um check-up completo no animal para garantir que ele esteja realmente apto a praticar atividades físicas de alta intensidade.

Também procure evitar momentos do dia em que o sol está muito quente, uma vez que assim é possível evitar um superaquecimento.

Isso é especialmente importante em animais que possuem a braquicefalia e outros problemas e saúde.

Conclusão

Se o cachorro é exigente com a comida você deve analisar porque isso está acontecendo, levando em consideração problemas de saúde e outras características do animal.

Como você viu, existem várias maneiras bastante práticas e simples, mas que podem ajudar bastante o seu animalzinho a recuperar o interesse.

De qualquer maneira, sempre que se tem um cachorro exigente com a comida, é fundamental levar o animal a uma consulta com o veterinário, para que o profissional descubra as causas do problema.