Neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre o sono do cachorro e como os cães dormem. Afinal, essa é uma condição natural de todos os cães e que, muitas vezes, não paramos para pensar – justamente por ser algo natural.

Porém, saiba que existem muitas características que devem ser observadas para garantir que o cão esteja realmente confortável. Mas não se preocupe: na grande maioria das vezes, ele vai estar confortável. Algumas tremidas e movimentos bruscos até podem acontecer. Mas ainda assim, o cão está confortável.

Continue lendo e saiba mais sobre o sono do cachorro.

Como funciona o sono do cachorro

sono do cachorro

Cão dormindo – Foto: Freepik

O sono do cachorro funciona como uma máquina extremamente eficiente: o cão sente sono, relaxa e recarrega as energias para uma nova sequência de brincadeiras e gasto energético com o tutor. Porém, alguns tutores podem observar alguns movimentos um tanto quanto estranhos durante o sono.

Mas, não se preocupe: de início, saiba que tremores e outros tipos de movimentos durante o sono do cachorro, são normais.

No entanto, ainda assim, é importante considerar uma observação adequada para ter certeza disso. Durante o texto entenderemos mais sobre o assunto.

Por enquanto, veja os estágios do sono do cachorro:

  • Movimento não-rápido dos olhos;
  • Movimento rápido dos olhos – Sono REM;
  • Sono de ondas leves;

Essas três fases são aquelas que podem construir todo o ritmo e condição de sono do cachorro. E dentro delas, o cão pode reagir de muitas maneiras diferentes.

Porém, dentro desses três estágios, há um que chama muita atenção do tutor: o sono REM. Nesse estágio, o cachorro pode ficar extremamente agitado e pode fazer vários tipos de movimentos involuntários.

Por exemplo, ele pode mexer a patinha, pode mexer os olhos e até mesmo pode latir enquanto dorme! É como se o cachorro estivesse, de fato, acordado. Mas ele não está. Na verdade, ele está sonhando com alguma coisa, e isso faz ele se movimentar bastante.

Alguns tutores têm medo dessas reações. Afinal, pra quem é tutor de primeira viagem, ver o cão tremendo muito durante o sono pode realmente assustar. Mas não se preocupe: isso é normal e faz parte de um dos estágios do sono do cachorro.

Veja também se os cães podem ter apneia do sono.

Por que o cachorro treme quando está dormindo?

É muito comum ver um cachorro dormindo profundamente e, ao mesmo tempo, se mexendo bastante por conta de tremedeiras. Por mais que, as vezes, essas tremedeiras possam assustar, saiba que não há o que temer. Na grande maioria das vezes, o cão apenas está passando pela fase de sono REM – Rapid eye movement. 

Ou seja, a fase do movimento rápido dos olhos, que é uma das mais importantes do sono do cachorro (e dos humanos).

É nessa fase que os sonhos acontecem e, portanto, o cão pode simular situações do dia a dia, mesmo dormindo. Inclusive, alguns cachorros podem até mesmo latir durante o sono! Você sabia disso?

Além dos movimentos naturais que o sono REM proporciona ao cão, é preciso ficar atento a outras situações.

Afinal, pode ser que, em alguns raros casos, o cão esteja tendo uma convulsão. Vamos entender mais sobre esse quadro ainda neste artigo. Portanto, continue por aqui, ok?

cão deitado dormindo

Cão deitado dormindo – Foto: Freepik

Sono do cachorro – Cães adultos tendem a se movimentar menos

Uma característica que podemos observar em nossos cães, é que eles podem, também, se movimentar menos em fases da vida diferentes. Por exemplo, um cão adulto, tende a se movimentar menos do que um cão idoso ou um cão filhote. Por isso, se você notar comportamentos e características diferentes no seu cão, procure compreender, também, a fase da vida dele.

É muito importante que você considere, sempre, as diferenças de idade do seu cão para fazer uma avaliação precisa. Considerar comportamentos comuns de cães idosos em cães filhotes, pode resultar em interpretações ruins para os cuidados diários.

Veja este artigo: Como cuidar de um cachorro? O guia completo e definitivo.

Por que o cachorro acorda assustado e o que fazer?

Quando um cachorro está dormindo, ele está sujeito a passar pelas três fases do sono que explicamos anteriormente. Muitas vezes, ele pode não evoluir para a segunda fase e pode ficar apenas tirando uma soneca. Porém, quando o cão dorme de verdade, ele faz isso profundamente.

Ao entrar no sono profundo, o cão “perde o controle” do seu corpo. Espasmos, tremedeiras e até latidos involuntários podem surgir. Tudo isso, porque o cão está passando pela fase de sono REM – que explicamos anteriormente.

Isso é normal e não há nenhum problema com o animal. Porém, o tutor pode se assustar, também, quando o cão acorda assustado e até com algum tipo de agressividade “do nada”.

Isso acontece muito pelo fato de que o cão pode estar sonhando e, naquele momento, acordou no “susto”. Isso acontece.

Se você reparar que o seu cão acordou assustado e com medo, ajude ele a entender e se localizar no ambiente. Para isso, o mais indicado, é que você fale com ele com uma voz fofa e serena. Fale o nome dele e mostre que está tudo bem com palavras carinhosas.

Cuidado: se você tentar encostar no cachorro para fazer carinho ou coisa do tipo, pode ser que o animal entenda isso como uma agressão e ele pode morder.

Logo após um susto ao acordar, o cão pode, ainda, estar “fora de si” e um acidente pode acontecer. Então, não tente abraçar, pegar no colo ou manusear o animal logo após esse despertar assustado, ok?

Leia mais sobre agressividade canina.

cão dormindo

Cachorro dormindo – Foto: Freepik

Tremores durante o sono pode ser convulsão canina?

Conforme entendemos até aqui, o sono do cachorro pode representar várias fases diferentes. Alguns mais tranquilas, outras mais profundas e até estranhas aos olhos de tutores de primeira viagem. Afinal, o cão pode ter tremedeiras muito intensas e até mesmo pode arregalar os olhos dormindo.

Só que o que pode ser assustador para tutores inexperientes, já é algo totalmente comum para tutores com mais experiência. Ou seja, as tremidas e demais condições de espasmos, na grande maioria das vezes, não significa nada de grave. Tudo que você tem que fazer, é deixar o cão ali, tranquilo e dormindo.

Porém, como se trata de um ser vivo, não existe padrão perfeito. Por isso, as tremedeiras podem ser, também, uma convulsão. Mas não se assuste: por via de regra, não vai ser uma convulsão, ok?

Se o cachorro estiver convulsionando, você poderá identificar isso com chamados. Se você chamar o nome dele e ele não ouvir ou demonstrar estar “longe”, pode ser uma convulsão. Quando isso acontece, os movimentos e espasmos tendem a ser maiores e com mais intensidade.

Portanto, se você notar algum tipo de tremor que pode ser uma convulsão, espere o cão se acalmar e depois leve-o para um veterinário. Assim, vocês poderão identificar os princípios da convulsão e fazer eventuais tratamentos para isso não se repetir.

Leia mais sobre o assunto: Convulsões em Cães: Raças com mais tendência.

Sono do cachorro – Dormindo de olho aberto

cachorro dormindo

Cachorro dormindo – Foto: Freepik

Conforme entendemos até aqui, o sono do cachorro pode ser muito “estranho” em alguns momentos. Porém, nós, humanos, não passamos muito longe disso: nosso sono é muito parecido com o sono do cachorro e geralmente temos os mesmos tipos de espasmos enquanto dormimos.

Além disso, os cães também pode apresentar outra condição muito comum, que é dormir com o olho aberto. Isso faz parte dos estágios do sono e cães com olhos maiores, tipo o Pug, tendem a sofrer mais com o sono profundo de olhos abertos.

Para o sono em si, dormir de olho aberto, não é um problema. Afinal, o cão está dormindo profundamente e ele não está enxergando as coisas em sua frente. Porém, na prática, quando o cachorro dorme com o olho aberto, ele tende a sofrer muito com olho seco.

Afinal, o ato de dormir com o olho aberto, faz o cachorro não piscar. E quando ele não pisca, não está produzindo a lubrificação do olho e isso trará problemas no longo prazo.

Portanto, se você observar que o seu cachorro dorme de olho aberto, procure um veterinário para entender o que fazer. Muitas vezes, o veterinário poderá recomendar algum tipo de colírio ou algo do tipo. Isso vai ajudar a lubrificar o olho do cachorro e, assim, ele não terá problemas com olho seco.

Cuide do seu cãozinho – mesmo quando ele está dormindo!