Por incrível que pareça, cães da mesma raça são diferentes em cada parte do mundo! O comportamento e o temperamento variam dependendo do país. Então, como seu cachorro seria se vivesse em outro país?

No Iraque, o Cocker pode ser mais agressivo do que na Suíça e o Poodle mais dócil na Itália se comparado com um da Turquia.

Como o cachorro seria se vivesse em outro país?

Mas o que a nacionalidade tem a ver com o comportamento?

A resposta é simples: os cães adquirem a cultura de seus “donos”. Um cachorro num elevador de Nova Iorque com certeza não vai cheirar a roupa da pessoa que está do lado, pelo contrário, ficará num cantinho do elevador quase virado para a parede.

Isso porque, os norte-americanos são menos tolerantes e respeitam mais a individualidade do outro. Logo, os cães aprendem desde pequenos que não devem meter o focinho onde não são chamados…

Já o temperamento do animal depende de sua origem. Por exemplo: cães dóceis vindos de um determinado país e procriados no Brasil, provavelmente vão gerar filhotes com a mesma docilidade.

Atitudes em relação aos cães em diferentes países

Por muito tempo, o cachorro foi considerado sagrado, e às vezes até uma criatura mística que merecia mais atenção do que outros animais. No entanto, este não foi o caso em todos os países.

Nos países orientais, a carne de cachorro era considerada uma iguaria servida no círculo dos aristocratas. No entanto, os pratos orientais tradicionais ainda são populares entre os ricos.

Em muitos países, a atitude em relação aos cães é tão respeitosa que nossos concidadãos só podem imaginar e sonhar. Claro, isso não se aplica aos estados islâmicos, onde os cães são considerados animais impuros e ninguém os mantém lá.

Em Israel, os cães são protegidos por lei. Os direitos dos animais são especialmente respeitados por lá.
Na Alemanha, os cães são amados e respeitados de uma forma especial.]
Os japoneses raramente tem cães, pois é muito caro. Além disso, animais de estimação não são permitidos em edifícios de vários andares.
Os italianos adoram cães.