A cadelinha Nala, da raça Poodle, acorda cedo para acompanhar seu tutor, Doug Dawson, que trabalha no asilo Lyngblomsten, em Minnesota, nos Estados Unidos.

Doug relata que durante o dia ele só encontra sua cadela de passagem, já que ela que faz o seu horário e anda sozinha para cima e para baixo no elevador, visitando os pacientes. Com uma série de colos quentinhos e abraços, Nala é muito querida pelos residentes e faz a diferença em seus cotidianos. Segundo os funcionários, ela tem um tino para encontrar os que mais necessitam, até mesmo os que se encontram em seu leito de morte.

Dawson conheceu Nala enquanto auxiliava pacientes em outro asilo. Seu antigo tutor não achou que ela teria o temperamento certo para ser uma terapeuta canina e a ofereceu ao assistente de medicação.

Sob os cuidados de seu novo tutor, Nala floresceu e hoje é considerada um anjo no local. Apesar de nunca ter tido um treinamento formal, a cadelinha espalha alegria por onde passa.