Descubra Quais os 10 Medos e Fobias do Cachorro

Quais os 10 Medos e Fobias Mais Comuns do Cão

por Handreza Hayran — publicado 18 fev 2019 - 7:46

Os cães podem sofrer de vários medos e fobias diferentes. Essas fobias podem ter uma variedade de causas, incluindo a falta de socialização precoce, genética ou uma experiência negativa. Os medos e fobias do cachorro  podem levar a sinais como encolher-se, tremer, babar, latir, ter um comportamento destrutivo e, em alguns casos, agressão.

Medos e fobias do cachorro

1. Medo do trovão

Astrofobia é um dos medos e fobias do cachorro. É o medo do trovão , e é uma fobia muito comum em cães. O grau desse medo pode diferir entre os cães. Alguns podem ter apenas um leve medo de trovão.

Neste caso, um cão pode tremer ligeiramente ou você pode notar orelhas achatadas e uma cauda dobrada durante uma tempestade. Outros cães podem ter uma fobia mais grave que os leva a se esconder, a se tornarem destrutivos ou a perder o controle de seus intestinos ou da bexiga.

Uma curiosidade interessante é que os cães também podem sentir uma tempestade bem antes de você conseguir detectá-la. Esta é a razão pela qual muitos donos de cães relatam ter visto seus cães mostrarem sinais de medo por vários minutos ou mais antes que a tempestade realmente aconteça.

2. Medo de fogos de artifício

medos e fobias do cachorro

Um medo de fogos de artifício é mais um dos medos e fobias do cachorro. Semelhante ao medo das tempestades, os sons altos e imprevisíveis e a luz dos fogos de artifício fazem muitos cachorros tremerem de medo.

Cães com uma fobia grave de fogos de artifício podem precisar de tratamento com medicação anti-ansiedade ou sedativos.

3. Medo de ser deixado sozinho

O medo de ficar em casa sozinho é chamado de ansiedade de separação. Cães que sofrem de ansiedade de separação tendem a exibir comportamento destrutivo assim que seus donos saem de casa. Outros sintomas incluem latidos excessivos quando deixados sozinhos.

Uma mudança no comportamento do dono do cachorro pode ajudar a aliviar os medos de um cachorro. Simplesmente fazendo alterações em seus hábitos antes de sair de casa. A dessensibilização, o processo de fazer com que o cão se acostume a ficar sozinho em casa, também pode ser benéfico para os cães que sofrem de ansiedade de separação.

4. Medo do veterinário

medos e fobias do cachorro

Não é incomum que os cães tenham medo de ir ao veterinário. A primeira exposição de um cão ao veterinário geralmente envolve cheiros estranhos, ser tratado de novas maneiras  e receber vacinas.

Não é de admirar que os cães possam facilmente ter medo de uma viagem ao veterinário. Se não houver outras fobias envolvidas, esse medo pode ser facilmente corrigido simplesmente levando um cão ao veterinário para algumas visitas sociais que não envolvem um exame.

5. Medo de andar no carro

Muitos cães têm medo de andar no carro. O medo é geralmente devido à falta de exposição precoce a passeios de carro ou experiências negativas em andar de carro, como ficar doente de carro, andar no carro para ser deixado em um abrigo ou apenas ir de carro para uma visita ao veterinário.

É possível superar o medo do seu cão de andar no carro, usando guloseimas e elogios para lentamente atrair o seu cão para o carro e, em seguida, trabalhar para fazer passeios.

6. Medo de subir e descer escadas

O dono de um cão pode não perceber que seu cão tem medo de subir e descer escadas até que seu cão se aproxime de um conjunto de degraus. Esta fobia é quase sempre devido a uma falta de socialização precoce .

Alguns cães podem ser persuadidos a sair do medo fazendo passos de subir e descer. Outros cães podem precisar aprender a subir escadas, literalmente, passo a passo.

7. Medo dos homens

medos e fobias do cachorro

Pode surpreender que as pessoas aprendam que é bastante comum que os cães tenham medo dos homens. Embora, em alguns casos, esse medo possa derivar de ser abusado por um homem, na maioria das vezes é devido à falta de socialização.

Tenha em mente que um cão com medo pode rosnar ou morder alguém como resultado desse medo.

8. Medo de estranhos

O medo de estranhos é semelhante ao medo dos homens, mas, neste caso, um cão pode ter medo de alguém que não conhece. Isso pode ser um problema difícil de ser superado porque é impossível ensinar seu cão a aceitar todas as possíveis novas pessoas.

É importante permitir que seu cão se aproxime de novas pessoas em seu próprio tempo. Forçar um cachorro temeroso a aceitar um estranho poderia forçar um cachorro a se tornar agressivo .

9. Medo de crianças

Esse é mais um dos tipos de medos e fobias do cachorro. Cães desenvolvem medo de crianças por várias razões. Uma é a falta de exposição precoce a crianças. Não é incomum que as pessoas recebam um animal de estimação antes de se tornarem pais.

A menos que você leve um filhote para uma casa com crianças , seu cão pode não ter a oportunidade de se socializar com elas. Cães também costumam ter experiências negativas com crianças. Enquanto as intenções de uma criança podem ser boas, um cão pode interpretar aberturas de afeto como uma ameaça.

Os donos de cães que estão lidando com um cão com medo de crianças devem consultar um treinador de cães ou um especialista em comportamento para trabalhar essa fobia.

10. Medo de objetos

Muitos cães desenvolvem um medo de objetos particulares: o aspirador de pó, decorações e brinquedos de criança. Muitas vezes, esse tipo de medo não é grande coisa, pois muitos objetos podem simplesmente ser removidos de vista. Em certos casos, no entanto, pode ser problemático.

Leia mais sobre porque os cachorros tem medo de Pet Shop.

8 raças ideais de cães companheiros de corridas

por Cristina Possamai — publicado 19 maio 2019 - 9:45

cães companheiros de corridas

Manter a forma é indispensável para uma vida saudável e plena. Mas, você já parou para pensar que pode ter um ótimo parceiro para fazer exercício físico? Isso porque há cães companheiros de corridas. Afinal, o seu amigo de quatro patas jamais vai negar uma voltinha ao ar livre e tampouco se queixar do horário.

Todavia, é preciso reconhecer que há raças com características mais apropriadas para embarcar nessa rotina.

 » Read more about: 8 raças ideais de cães companheiros de corridas  »

Seu cachorro pode salvar a sua vida!

por Cristina Possamai — publicado 19 maio 2019 - 9:45

cães combatem o sedentarismo

Como está a sua qualidade de vida? Isso porque o grande incentivo para que você abandone o estilo de vida sedentário pode estar ao seu lado. E, provavelmente, está sempre pronto para dar um passeio ao ar livre. Ainda não entendeu? De fato, os cães combatem o sedentarismo de seus tutores.

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Liverpool, tutores de cachorros possuem quatro vezes mais possibilidade de se exercitar adequadamente em comparação com alguém sem cachorro.

 » Read more about: Seu cachorro pode salvar a sua vida!  »

Cachorros das séries de TV: conheça 5 personagens inesquecíveis de quatro patas

por Cristina Possamai — publicado 18 maio 2019 - 9:45

cachorros das séries de TV

Você tem o costume de assistir a seriados? Esses programas contam com as mais variadas temáticas e tendem a atingir todos os públicos. Portanto, os apaixonados por pets também tem tudo para se identificar. Afinal, há até cachorros das séries de TV!

Por acaso, o seu programa favorito possui algum animal em destaque? Caso contrário, você poderá acompanhar uma lista com diversos parceiros de quatro patas para torcer nos próximos episódios. Vamos nessa?

 » Read more about: Cachorros das séries de TV: conheça 5 personagens inesquecíveis de quatro patas  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

8 raças ideais de cães companheiros de corridas

por Cristina Possamai — publicado 19 maio 2019 - 9:45

cães companheiros de corridas

Manter a forma é indispensável para uma vida saudável e plena. Mas, você já parou para pensar que pode ter um ótimo parceiro para fazer exercício físico? Isso porque há cães companheiros de corridas. Afinal, o seu amigo de quatro patas jamais vai negar uma voltinha ao ar livre e tampouco se queixar do horário.

Todavia, é preciso reconhecer que há raças com características mais apropriadas para embarcar nessa rotina. Basicamente, o animal precisa bem obediente, forte, disposto e com boa resistência. Por isso, a dica é conhecer alguns cães companheiros de corridas na lista a seguir.

cães companheiros de corridas

Descubra cães companheiros de corridas

Australian Cattle Dog

Também chamado de Blue ou Red Heeler, esta é uma raça de pastoreio e um animal dedicado ao trabalho. Ele é muito rápido, atlético e pode chegar até 20 quilos. Com toda a saúde, o cão tende a adorar passeios e lhe acompanhar sempre.

Labrador Retriever

Em comparação com o Heeler, o labrador tem uma massa muscular inferior. Só que também são muito resistentes para cumprir longas jornadas. Além disso, esse é um bicho de estimação muito obediente e muito indicado para ser seu companheiro de aventura.

Dálmata

Entre os cães companheiros de corridas, os dálmatas também devem constar. Afinal, essa é uma raça que consegue manter o ritmo ao correr lado a lado dos cavalos. Portanto, a sua corrida pode ser facilmente seguida por esses pets.

Boxer

Inicialmente, você deve saber que o boxer não se adapta muito bem aos locais com temperaturas muito quentes. Isso ocorre devido a forma do seu focinho que pode gerar dificuldades respiratórias. Em locais com clima ameno, o boxer é um ótimo parceiro de corridas!

Poodle

Com certeza, você se surpreendeu com essa opção. Contudo, a caça foi criada inicialmente para auxiliar na caça aos patos. Por isso, o poodle é considerado um cão esportista e possui bons instintos até os dias de hoje.

Pastor Alemão

O Pastor Alemão definitivamente faz parte do grupo dos cães companheiros de corridas. Forte, resistente e um exímio cão de guarda, o pastor também apresenta elevado instinto de proteção. Portanto, esse pode ser o melhor parceiro para fazer exercícios físicos quando se sentir desanimado ou inseguro.

Jack Russell Terrier

Embora pequenos no tamanho, os terrier possuem uma energia surreal e podem correr por um longo espaço de tempo. Quem busca um amigo de quatro patas não tão grande, essa é a escolha ideal para embalar a sua atividade física.

Border Collie

Muita gente acredita que Border Collie é o cão mais esperto do planeta. Porém, esse não é o único ponto forte desta raça de pastoreio. Corredores velozes, esses cachorros também se divertem ao receberem atenção e ocupação de seus tutores.

Antes de encontrar os cães companheiros de corridas ideais, é fundamental saber que a idade do animal deve ser respeitada. Por isso, você não deve efetuar corridas muito demoradas ou extenuantes com cães filhotes ou ainda bem novos. Essa condição abrange todas as raças.

cães companheiros de corridas

O ideal é se organizar e aumentar o tempo e a velocidade das corridas com seu pet de forma gradativa. Afinal, você e o seu parceiro de quatro patas vão ganhando condicionamento físico dia a dia.

Seu cachorro pode salvar a sua vida!

por Cristina Possamai — publicado 19 maio 2019 - 9:45

cães combatem o sedentarismo

Como está a sua qualidade de vida? Isso porque o grande incentivo para que você abandone o estilo de vida sedentário pode estar ao seu lado. E, provavelmente, está sempre pronto para dar um passeio ao ar livre. Ainda não entendeu? De fato, os cães combatem o sedentarismo de seus tutores.

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Liverpool, tutores de cachorros possuem quatro vezes mais possibilidade de se exercitar adequadamente em comparação com alguém sem cachorro. Portanto, o dono de um pet tende a realizar a quantidade ideal de atividade física durante a semana.

O estudo foi feito com 538 famílias da cidade de West Cheshire, situada no Reino Unido. Deste montante, 200 pessoas possuíam animais de estimação em casa. Já 450 participantes não tinham a companhia de pets, enquanto 46 eram jovens ou crianças.

Aproximadamente 80% daqueles que contavam com cães por perto efetuavam uma hora e meia de exercício por semana. A intensidade destes 150 minutos de agitação variava de morada a intensa. Esta é a quantia mínima indicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Tanto adultos quanto os jovens que se relacionavam diariamente com cães e realizavam passeios constantes acabavam por andar mais em comparação com aqueles que não possuem um companheiro de quatro patas. Portanto, o estudo da Universidade de Liverpool comprovou que os cães combatem o sedentarismo de seus tutores humanos.

Atividade

De maneira geral, a caminhada precisa levar pelo menos 20 minutos em uma velocidade constante e até acelerada. Essas condições são indispensáveis para que a sua atividade seja um exercício válido e tenha ação fisiológica no organismo humano.

cães combatem o sedentarismo

Com o passar do tempo e a freqüência destes passeios, é possível desfrutar de diversos benefícios. Tais como: a perda de peso, a elevação de sua capacidade cardiovascular, fortalecimento dos seus músculos e aumento da sua disposição diária.

Mas, o seu companheirinho de quatro patas também ganha muito com essas andanças. Afinal, ocorra uma melhora na circulação do sangue, na freqüência cardíaca, na função dos pulmões, na resistência dos músculos e das articulações. Além disso, o cão fique na faixa de peso adequada, se torna muito mais calma e sociável.

Como aproveitar que os cães combatem o sedentarismo de seus tutores?

Conforme o estudo da instituição de ensino de Liverpool, os cães combatem o sedentarismo de seus tutores. Porém, é essencial tomar algumas atitudes para que essa atividade com o seu pet possa ser aproveitada ao máximo.

Portanto, o dono necessita repassar algumas orientações ao seu cachorro para ter uma experiência realmente válida. O ideal é usar uma coleira confortável no pescoço do cão a fim de controlar a velocidade do seu passeio. Isso porque o líder do cachorro é você e é recomendado caminhar sempre a frente ou ao lado do bichinho.

cães combatem o sedentarismo

Por fim, é possível para se organizar para realizar um passeio diário de meia-hora com o seu animal de estimação. Sendo assim, você consegue atingir a média semanal de exercícios físicos imposta pela OMS e passa um tempo agradável com seu amigo de quatro patas.