Um cachorro com medo de chuva não é uma situação difícil de encontrar. Se o seu animal está passando por uma situação desatas, é importante entender com você pode ajudar de alguma forma. É claro que não existem receitas mágicas que farão o cachorro perder o medo da noite para o dia. No entanto, você poderá experimentar algumas técnicas para deixar o animal mais confortável. Acompanhe.

Cachorro com medo de chuva

Cachorro com medo de chuva é normal. Tão normal que muita gente acaba nem se atentando para o problema. Pelo contrário, há muitas pessoas que acham graça da situação. Entretanto, este é um momento muito complicado para o animal. Medo não é brincadeira e precisa ser tratado de forma que deixe o bicho cada vez mais tranquilo. Mas não é fácil.

Se é o caso do seu cachorro se esconder em locais escuros, em baixo da cama, do sofá ou atrás da cortina, saiba que ele está sofrendo. Além disso, eles podem demonstrar ainda mais afetividade nestas situação, como se fosse um pedido para “nunca abandoná-los”. Desta forma, o que você pode fazer para ajudar o cão a lidar com o problema? Veja abaixo.

cachorro com medo de chuva

Por que o cão fica com medo da chuva?

Para resolver qualquer problema, precisamos sempre entender a real motivação dele. Ou seja, buscar encontrar a raiz daquele mal. E isto deve ser feito inclusive em cães. Por mais que o medo deles seja nítido quando começa a chover ou a trovejar, é importante entender o que exatamente faz eles terem este medo.

Geralmente pode ser os ruídos dos trovões ou a sensação de que vão se molhar. Imagine o seguinte: um cão adora caminhar. Adora ambientes externos. Logo, ele é muito mais convencido de que um dia bonito de sol é melhor do que um dia escuro de chuva. Por mais que muitas raças gostem de banhos de mangueira ou água no geral, há sempre aquelas que preferem distância.

Para buscar alguns sintomas clássicos desta fobia canina, busque reparar nas pupilas do cão. Se estiverem dilatadas, geralmente estão estranhando algo. Além disso, a respiração ofegante, focinho quente, muita salivação e o rabo entre as pernas são “sintomas” clássicos do medo de chuva. E, assim que você constatar isso, poderá pensar em alternativas. Veja as nossas dicas abaixo.

Como melhorar o comportamento do animal nestes dias

Ter um cachorro com medo de chuva é tudo que você não quer. E, obviamente, o animal também não. Entretanto, esta é uma situação que não pode ser controlada. Ou seja, você somente notará quando já estiver acontecendo. Por isso, buscar ajuda para o problema é fundamental para ter um cão menos angustiado e mais tranquilo com relação a estes fenômenos naturais do instinto.

Mas, como melhorar o comportamento do animal nestes dias? Conforme mencionamos anteriormente, não há uma receita milagrosa e mágica. Tudo passará por um bom adestramento do cachorro em diversas formas e etapas e, claro, sempre visando o longo prazo. Para que um cachorro pare de ter medo de alguma coisa (não só de chuva), ele precisa entender que aquilo não é maléfico para ele. E estas sensações precisam vir de forma natural. Veja o que você pode fazer.

cachorro com medo de chuva

Evite reforçar a situação

O comportamento canino ao começar a chover ou trovejar é clássico: eles irão se esconder ou demonstrar muita impaciência ou agitação. E tudo que você precisa fazer é justamente não reforçar esta situação. Por exemplo, se o cachorro se esconder debaixo da cama em um dia de forte chuva, você não poderá ir lá para fazer companhia ou demonstrar afeto.

Eles amam que você esteja perto. E se eles sentirem que durante estas situações de medo você estará lá reforçando que eles estão corretos de se esconder, mais difícil será a reversão do quadro. De forma resumida, o reforço da situação é o ato de confirmar a atitude do cão.

Entretanto, isto não pode ser confundido com falta de carinho e muito menos pode ser um castigo. Precisa ser algo natural. Ou seja, o cão precisa entender que se você está bem e sem medo, ele também pode ficar. Este é o primeiro passo.

Jamais force o animal a alguma situação

O segundo passo é entender que o animal não pode ser forçado a nada. Ou seja, esta situação vai de encontro com a primeira. Deixar de fazer o reforço da situação não significa o ato contrário de tirar o cão a força do esconderijo ou algo semelhante. Jamais faça isso! Trate o animal sempre com cordialidade e, acima de tudo, respeito.

Se o cachorro está com medo é por algum motivo. E, aos poucos, você deve aplicar situações para que ele se acostume e perca esta fobia. Mas jamais de forma forçada!

cachorro com medo de chuva

Busque acostumar o cão com o problema

Há uma situação muito comum em métodos de adestramento, que é tentar acostumar o cão com o problema. Ou seja, trovoadas vão acontecer e chuvas também. E o cachorro com medo de chuva é uma consequência disso. No entanto, você poderá tentar acostumar o dia a dia do animal de forma que ele entenda que estes ruídos são normais.

Aos poucos, submeta o animal a ouvir, esporadicamente, sons de chuva e trovoada. Isto fará com que eles acostumem-se com o passar do tempo. A coragem vai ficando cada vez mais em evidência e isto é muito importante para a saúde física e mental do bicho.

Cachorro com medo de chuva – leve o medo a sério

Conforme mencionamos anteriormente, o medo precisa ser levado a sério. Se o cão demonstra qualquer tipo de desconfiança com algo, respeite. E isto é válido para animais que temem o barulho da chuva ou de trovões. Não brigue com o animal e nem castigue-o pelas atitudes “covardes”. Lembre-se que a natureza deles será sempre se proteger. O instinto faz com que a prevenção sempre fale mais alto do que qualquer tentativa de remediar.

Busque um profissional para ajudar a resolver o problema, mantenha o cão sempre seguro, confortável, confiante e boa sorte no processo!