O temperamento canino pode ter pontos positivos e pontos negativos. Tudo vai depender de como o cão se adapta e de como ele se sente em determinados ambientes. No entanto, alguns temperamentos são muito mais presentes em machos do que em fêmeas. E vice-versa. Afinal, cada animal tem estilos diferentes de sentir, embora o instinto muitas vezes seja semelhante.

Um cachorro macho, por exemplo, pode ser muito menos atento com relação a diversas situações. Já as fêmeas, possuem muito mais este instinto que talvez venha por elas darem a luz. O instinto maternal muitas vezes faz alguns comportamentos serem muito diferentes. Mas, para entender melhor, acompanhe o texto!

Temperamento canino – Quais as diferenças entre machos e fêmeas?

O temperamento canino pode variar por uma série de situações. Se um cachorro está com medo, significa que o temperamento dele para esta situação é de sobrevivência. Se um cachorro fica estressado com alguma coisa, significa que ele quer defender o território. Porém, não existe uma regra clara para cada situação. O que existe é um conjunto de medidas que, ao observar, podemos entender.

Separamos uma lista de comportamentos aparentes em cada gênero. Acompanhe.

Fêmeas

Veja os comportamentos clássicos das fêmeas caninas.

temperamento canino

Foto: Freepik.

Independência

A independência talvez seja um dos fatores mais claros para se observar. Elas podem se virar sozinhas em muitas situações a acabam se tornando cães independentes de seus tutores. É claro que isto não significa que o cão irá encontrar comida e bebida sozinho ou mesmo limpar a própria sujeira. Isto é óbvio.

Porém, em situações de independência a cachorra pode muito bem ficar sozinha em casa, sentir-se mais equilibrada emocionalmente e perceber que o lar é aconchegante o suficiente para uma soneca sem preocupações.

Governança

O temperamento canino das fêmeas geralmente parte para um lado de maior governança. Ou seja, elas zelam muito mais pelo lar e pelo ambiente do que um macho. É claro que isto não quer dizer que elas não sujam ou não bagunçam. Mas quer dizer que elas ficam mais incomodadas quando algo não está certo. Por exemplo, cama suja ou sujeira perto da comida.

temperamento canino

Foto: Freepik.

Latidos frequentes

Um cão latindo pode significar diversas coisas. Desde um mau comportamento, até algum tipo de dor ou doença. No caso das fêmeas, os latidos serão ainda mais frequentes, pois elas estão justamente dentro dos parâmetros que mencionamos acima: vontade de governar e manter as coisas em ordem. Faz parte do instinto.

Sentem o perigo de forma mais forte

As fêmeas possuem um comportamento que faz com que elas notem o perigo de forma mais presente. Ou seja, elas ficam atentas o tempo inteiro para identificar qualquer tipo de anormalidade no ambiente. Isto nem sempre é saudável, pois esta atenção em excesso pode gerar desgaste e estresse. Por isso, é fundamental que você deixe-a em um ambiente tranquilo e longe de perigos. E, claro, sempre considere um bom adestramento canino para que ela acostume-se a viver mais tranquila.

Machos

Agora que já entendemos um pouco dos comportamentos das fêmeas, vamos entender o dos machos para que possamos comparar.

temperamento canino

Foto: Freepik.

Interesse em agradar os tutores

O macho terá um desejo muito grande em agradar os tutores. Ou seja, ele fará de tudo para que o tutor dê atenção para ele o tempo inteiro. Isto significa que ela vai buscar chamar a atenção de diversas formas, seja latindo, seja correndo, seja fazendo bagunça. Na cabeça dele, ele está agradando. Mas nem sempre é assim que funciona.

Distração em excesso

Os machos são mais distraídos por si só. Isto faz deles muito mais dependentes de algumas situações. Por exemplo, eles podem facilmente virar a tigela de ração e ficar sem comida. Ou então, pisar dentro do pote de água e ficar sem bebida. Ou então, rasgar todos os panos da caminha e ficar sem onde dormir. Ou seja, eles não percebem o que estão fazendo e acabam “pagando” por isso.

Entre outros casos, um cachorro distraído também não perceberá algumas situações externas como o perigo em si, que as fêmeas notam de longe.

Brincam muito

Brincar é muito importante para os cães. E isto, os machos parece que sabem! Eles possuem uma energia muito maior para bagunçar o dia inteiro. Muitas vezes passam horas e horas correndo e mordendo o mesmo brinquedo. E isto é, inclusive, uma notabilidade do quão conseguem se distrair com as coisas. E gastar energia é um ponto positivo, principalmente pelo fato do tópico seguinte. Acompanhe!

Sempre querem comer mais

Se eles amam brincar o tempo inteiro para gastar energia, talvez isto tenha um motivo: eles amam comer além do necessário! Há cães que, se o tutor deixar, comem até acabar a ração. E isto não é positivo, pois os animais podem facilmente ficar doentes e desencadear condições muito negativas para a saúde. Além de que o acúmulo de energia será enorme!

fome excessiva

Foto: Freepik.

A carência pode ser excessiva

O temperamento canino dos machos desenvolve uma carência muitas vezes excessiva. E isto é prejudicial para eles. Afinal, eles precisam aprender a ficar sozinhos enquanto o tutor não está em casa, seja por motivos de trabalho ou outro compromisso. Um cão sozinho é o sonho de muita gente. Porém, é preciso muito treino e muito adestramento para isso. Afinal, eles precisam sentir-se bem com a situação.

Amam a própria casinha

Os cachorros machos amam uma boa cama para dormir boa parte do dia. Enquanto as fêmeas muitas vezes podem ficar irritadas ou “caçando” situações de perigo, conforme mencionamos anteriormente, o cão macho pode ser mais distraído e tirar uma boa soneca. Ambas as situações precisam ser controladas. Pois o excesso de preocupação gera ansiedade. E o excesso de descanso gera sedentarismo. Todo exagero é ruim!

Temperamento canino não necessariamente é uma regra

Estas são algumas das atitudes mais clássicas de cães machos e fêmeas. No entanto, nem sempre o temperamento canino terá uma “receita” simples desta forma. É claro que o que um macho faz, uma fêmea pode fazer e vice-versa. Porém, algumas situações de instinto acabam fazendo parte do comportamento e nem sempre isto será positivo. Nem para um, nem para outro. Por isso, cuide bem do seu pet e dê a ele muita qualidade de vida!