Conheça os mitos e verdades sobre Shih Tzu, uma raça de cão de origem chinesa bastante querida pelos brasileiros.

Os Shih Tzus são cachorros que vivem tranquilamente em apartamentos, não possuem muita energia para gastar e convivem bem com outros animais.

Contudo, assim como qualquer outra raça de cão, ele precisa passar pela socialização desde filhote. Incluindo os cuidados com a saúde através do calendário de vacina.

Apegados aos tutores, essa raça de cãozinho é uma das preferidas. Mas é preciso conhecer e desmistificar algumas crenças.

Portanto, te convidamos a continuar a leitura desse post do Portal do Dog para saber quais são os 15 mitos e verdades sobre Shih Tzu. Boa leitura!

Mitos e verdades sobre Shih Tzu

Curiosidades sobre o Shih Tzu – Foto: Freepik

Mitos e verdades sobre Shih Tzu

Existem alguns mitos e verdades sobre Shih Tzu que ultrapassam o conhecimento leigo. Mas vale salientar que todo cachorro tem sua personalidade conforme a sua raça.

Os cães da raça Shih Tzu, por exemplo, podem ver cores além do preto e branco, talvez, não da forma que o humano enxerga.

Continue lendo para saber +15 curiosidades, mitos e verdades sobre Shih Tzu!

Depois, veja também se a raça Shih Tzu é pra você!

1- É uma raça de cachorro que gosta de morder e roer

Verdade. Realmente, o Shih Tzu é uma raça de cachorro que gosta de morder e roer. Por isso, deve ser adestrada desde filhote.

O Shih Tzu pode querer roer seu chinelo, roupa e até móveis se ele se sentir entediado. O que pode acontecer, pois são cães que exigem atenção.

A dica é começar desde cedo a adestrar o filhote, apostando também em brinquedos e bolinhas que os cachorros adoram.

Outra dica é manter uma rotina de cuidados com o filhote, proporcionando momentos de lazer e tranquilidade para o doguinho.

2- Mitos e verdades sobre Shih Tzu – É teimoso!

Entre os mitos e verdades sobre Shih Tzu, uma das grandes verdades é a raça ser teimosa. Nem sempre ele vai querer te obedecer. Por isso, a importância do adestramento desde pequeno.

Por mais que essa raça adore estar com o tutor, sem os devidos cuidados ele pode se tornar um cachorro bem sapeca e até desobediente.

Use os treinamentos com reforço positivo para adestrar o seu cão, usando petiscos e muito carinho na hora de ensinar.

Mitos e verdades sobre Shih Tzu

Shih Tzu deitado – Foto: Freepik

3- Possui um tipo de pelagem que requer muitos cuidados

Verdade. Uma das principais características do cachorro Shih Tzu é a sua pelagem. Geralmente, ele possui um tipo de pelo que requer muitos cuidados.

Por exemplo, para manter a pelagem lisinha e bonita, o ideal é escovar os pelos do cachorro todos os dias.

Além disso, os cães dessa raça necessitam de banhos regulares, uma vez por semana, devido à pele oleosa.

Na hora de escolher os produtos para banho do cachorro, sempre priorize os shampoos e condicionadores para cachorro de pelos longos e nunca use produtos de humanos para lavar o Shih Tzu.

4- Todos os cachorros da raça Shih Tzu comem cocô

Depende. Nem todos os cachorros da raça Shih Tzu comem cocô. Na verdade, esse é um comportamento que pode ocorrer com todas as raças de cães.

Em alguns casos, o cachorro comendo cocô é sinal de falta de proteína em sua alimentação, bem como, a presença de vermes.

No entanto, o ato do cachorro comer as fezes (coprofagia) também está relacionado ao porte do animal. Os cães de raças pequenas como o Yorkshire, Lhasa Apso e o Shih Tzu também tendem a ter esses comportamentos.

Mitos e verdades sobre Shih Tzu: 5- Cachorro da raça Shih Tzu possui os olhos sensíveis

Verdade. Os cachorros da raça Shih Tzu possuem os olhos sensíveis, comparados a cães de outras raças.

Isso acontece porque o Shih Tzu tem os olhos mais saltados, estando mais propensos ao contato com sujeira, pó e outras contaminações.

Por isso, quando ficam mais velhos, os Shih Tzus têm predisposição a desenvolver doenças oculares. Como por exemplo, úlcera de córnea em cães.

Para tratar uma infecção no olho do Shih Tzu, priorize os colírios mais potentes para o problema, pomadas e demais recomendações do médico veterinário.

lindo dog

Cão fofo sentado – Foto: Freepik

6- Os cães da raça Shih Tzu não conseguem enxergar cores

Mito. Os cães da raça Shih Tzu conseguem, sim, enxergar cores. Aliás, a quantidade de cores que eles enxergam é bem menor que a quantidade que os humanos enxergam.

Estima-se que os cães enxergam apenas 40 cores, enquanto um adulto, enxerga 150, tendo sensibilidade às cores azul, vermelha e verde.

Já os cães dessa raça têm sensibilidade às cores amarelo e azul, não conseguindo ver com naturalidade a cor vermelha.

Contudo, se for escolher uma bolinha para brincar, escolha a cor azul ou verde, que são as cores que orientam os Shih Tzus.

7- Mitos e verdades sobre Shih Tzu: Bigodes incomodam!

Mito. Os bigodes do Shih Tzu são importantíssimos para o desenvolvimento e socialização do cachorro.

Sendo assim, o recomendado é não cortar o bigode do doguinho. Afinal, ele não atrapalha e nem causa incômodo para o pet.

Na verdade, os bigodes caninos são essenciais para o cachorro se localizar, funcionando como um verdadeiro radar para eles.

8- Shih Tzu tem um paladar canino bastante exigente

Verdade. O cachorro Shih Tzu tem um paladar canino bastante exigente. Ele pode enjoar facilmente de rações.

A ração para raças pequenas pode ser uma ótima opção para testar, desde que seja adequada para a fase do cachorro.

Preste atenção na tabela nutricional da ração canina. Inclusive, verifique a quantidade ideal para oferecer para o pet.

Uma dica é investir em molhos para ração de modo que diversifique a alimentação do cachorro com um alimento mais molhado.

9- São cães propensos a desenvolver alergias de pele

Verdade. Os Shih Tzus são cães propensos a desenvolver alergias de pele, devido à sensibilidade natural.

Como citamos no tópico 3, esses doguinhos tem uma pele mais oleosa e possuem tendência a desenvolver problemas de pele.

O indicado é dar banho com frequência, usando produtos adequados para sua pelagem e testados dermatologicamente.

Em casos de dermatite canina, o mais indicado é procurar um veterinário e seguir com o tratamento correto para conter a infecção.

cão fofo

Lindo Shih Tzu – Foto: Freepik

10- Ao abanar a cauda, indicam que estão felizes

Depende. Nem sempre abanar a cauda indica que os Shih Tzus estão felizes. É preciso reconhecer os tipos de abano de rabo do cachorro.

Diferente dos humanos, os cães não têm expressão facial. É pela cauda que podemos identificar seus comportamentos.

O abanar de uma cauda do cachorro é um sinal de comunicação, por isso, podem estar bravos ou alegres e, mesmo assim, abanar o rabo.

11- Shih Tzus gostam de ser abraçados com frequência

Mito. Não é verdade que os Shih Tzus gostam de ser abraçados com frequência. Pelo contrário, esse comportamento é interpretado de outra maneira pelo pet.

Os cães não entendem o abraço como um carinho. No caso dos Shih Tzus, eles poderão entender um comportamento de domínio da pessoa.

Em consequência disso, se sentem mais ansiosos e podem ficar bravos com essa aproximação.

Mitos e verdades sobre Shih Tzu: 12- São cães que sabem quando o tutor está triste

Verdade. Muitos tutores relatam que os cães dessa raça sabem quando o tutor está triste, inclusive, descrevem mudanças de comportamentos bastante evidentes.

Isso não é por acaso, pois a raça Shih Tzu é bastante observadora. Eles costumam identificar mudança de voz e expressão facial das pessoas.

Faça um teste: experimente cantar para seu doguinho com uma voz diferente e veja a reação dele.

13- Cães grandes da raça tendem a viver mais

Mito. O que acontece é o oposto, os cães de raça grande tendem a ter uma estimativa de vida menor do que os cães de porte pequeno.

Um Shih Tzu, por exemplo, pode viver de 10 a 15 anos. Alguns até ultrapassam essa idade.

Já um cachorro de raça grande como o Pastor Alemão, possui uma estimativa de vida entre 9 e 13 anos.

A melhor forma de fazer o cachorro viver mais é com saúde, por isso, a importância de oferecer uma boa alimentação, rotina de exercícios físicos e consultas periódicas junto ao veterinário.

Mitos e verdades sobre Shih Tzu: 14- Já foi considerado um “cão sagrado”

Verdade. Um dos mitos e verdades sobre Shih Tzu que mais causam curiosidade é que ele já foi considerado um cão sagrado.

Em sua origem acredita-se que a raça era criada por monges no Tibete durante o século 17, também reconhecida como uma raça de cachorro bem antiga.

Para se ter uma ideia, os Shih Tzus eram usados como presente, sendo essa uma raça de cão de estimação da dinastia de Ming, a Família Real Chinesa.

15- Considerado um cachorro independente e amoroso

Verdade. Um dos destaques dessa raça é a sua personalidade bastante dócil, se tornando um cachorro amoroso, mas também independente.

Apesar de querer ficar juntinho do tutor, a personalidade de independência do Shih Tzu é bastante notável. Ele sempre vai procurar um local sozinho para ficar.

Mesmo que for para dormir, ele se adapta com muita facilidade no ambiente, inclusive, se dá muito bem com crianças e outros animais de estimação.

Por não latir muito e se dar bem em locais com pouco espaço, os cães dessa raça são ideais para viver em apartamento.

Para manter os cuidados e o conforto do seu Shih Tzu em dia, não deixe de fazer consultas ao veterinário.

Afinal, é importante que ele seja tratado de maneira correta, com as vacinas em dia e todos os processos de convivência adequados a raça.

Inclusive, tire dúvidas com donos de Shih Tzu para saber como o dog se comporta e troque experiências!

Esses foram os mitos e verdades sobre Shih Tzu, uma raça de cachorro pequeno com grandes qualidades para compartilhar momentos incríveis com sua família.