Neste artigo, você vai ver algumas dicas de como conquistar a confiança do cachorro, de maneira que ele goste de você. Afinal, se você é um tutor de primeira viagem e nunca teve um cãozinho, algumas coisas podem gerar muitas dúvidas.

Certamente você quer se certificar de que seu cão realmente está bem, confortável e seguro. E muitas vezes, o ato de sentir confiança no tutor, prova que todos esses critérios de convívio estão em dia.

Portanto, continue lendo e saiba mais sobre o assunto. Assim, você poderá entender melhor como conquistar a confiança do seu dog para que ele vire, de fato, seu melhor amigo.

Acompanhe!

Dicas de como conquistar a confiança do cachorro

confiança do cachorro

Tutora com seu cachorro – Foto: Freepik

Para conquistar a confiança do cachorro, você precisa, antes de mais nada, entender mais sobre a raça em si. Por isso, a nossa primeira dica, é: procure entender melhor quais são os comportamentos e como o seu cãozinho vive no dia a dia. Quanto mais informações sobre a raça em si você tiver, melhor será essa relação entre vocês dois.

Porém, de maneira geral, a confiança de um cachorro em seu tutor, começa a ser construída logo nos primeiros dias. Muitas vezes, você não precisa fazer muitas coisas para conquistar o seu melhor amigo. Afinal, pra ele, quem o alimenta e oferece abrigo, é alguém que se pode confiar.

Mas, não é só isso. A relação de confiança precisa ser construída em pilares de qualidade de vida. E não apenas em pilares de necessidades básicas do dia a dia.

Veja algumas dicas que vão te ajudar a conquistar a confiança do cachorro:

  • Evite levá-lo a lugares com muitos estímulos;
  • Não humanize o seu cão;
  • Reforço positivo sempre pode ajudar;
  • Faça parte das brincadeiras do seu cachorro;
  • Exercícios são fundamentais;
  • Ensine comandos básicos ao cão;
  • Tenha paciência com seu cão;

Para entender detalhes de cada uma dessas situações, continue lendo. Abaixo, você vai entender melhor tudo isso.

Evite levá-lo a lugares com muitos estímulos

É muito comum que, ao adotar um cachorro, queiramos levar ele para passear e conhecer as redondezas que ele vai morar. Porém, cuidado: esse tipo de situação pode ser bastante ruim para o cão em seus primeiros dias ou semanas de casa nova.

Ou seja, por mais que apresentar o cão a novos ambientes seja algo importante para a saúde mental dele, ainda assim, isso precisa ser feito com cuidado.

Portanto, evite levar o seu cão a lugares com muitos estímulos e lugares que possam, de alguma forma, atrapalhar a tranquilidade dele. O cão precisa, sim, socializar.

Porém, isso deve ser feito de forma responsável e não exagerada. Se o cão receber estímulos negativos logo em seus primeiros dias de casa nova, isso pode ser bastante ruim para o desenvolvimento dele. E consequentemente, ele não vai sentir confiança no dia a dia.

confiança do cachorro

Cão deitado – Foto: Freepik

Não humanize o seu cão

A humanização do cão é algo que pode atrapalhar (e muito) a relação entre cão e tutor. Dentro da humanização canina, tem situações que demonstram cuidado e amor do tutor pelo seu pet. Porém, algumas atitudes exageradas podem trazer reflexos bem ruins para a relação de vocês dois.

Por exemplo, um cão precisa caminhar, sujar as patas e agir como um cachorro. Ele precisa cavar, correr e latir. Se você, tutor, não quer que o cão faça esse tipo de coisa porque não quer que ele se suje ou coisa do tipo, isso pode ser um problema para o desenvolvimento do animal.

É claro que, impor limites em algumas situações, é indispensável. Porém, você precisa, também, entender que o cachorro é um cachorro e ele terá comportamentos de cachorro – e não de humanos. Lembre-se disso!

Reforço positivo sempre pode ajudar

Uma maneira bem interessante de conquistar a confiança do cachorro, é através do reforço positivo. Na verdade, o reforço positivo é um tipo de atividade que ajuda o cão em vários aspectos da vida dele. Afinal, você estará reforçando positivamente uma atitude do animal – e assim, ele tende a repetir aquilo.

Por exemplo, o reforço positivo na hora de conquistar a confiança do cachorro, pode ser um petisco quando o cão faz algo que você quer. Ao dar a patinha, atender pelo nome, sentar ou qualquer outro comando que você ensine, deve ser feito com reforço positivo. E ao dar o petisco, o cão tenderá a repetir aquilo e se conectar mais a você.

A relação de confiança começa a ser construída ali.

tutora e seu cão

Tutora e seu cão – Foto: Freepik

Faça parte das brincadeiras do seu cachorro

Um cachorro adora brincar. E quando o tutor participa dessas brincadeiras, então, uma relação forte de confiança começa a ser construída ali.

Ou seja, brincar junto do seu cachorro, ajuda a criar um laço de amizade mais intenso e o animal conseguirá sentir mais confiança em você logo nos primeiros dias ou semanas de convívio.

Experimente brincadeiras que o cão possa ser estimulado mentalmente e também fisicamente. Faça ele interagir com você para conseguir cumprir algum objetivo ou encontrar algum brinquedo escondido. Quanto mais vocês conseguirem se conectar durante as brincadeiras, melhor será a relação de confiança do cão.

Veja também: Brincadeiras para Cachorro: Veja algumas aqui.

Exercícios são fundamentais

Outro fator que é importantíssimo na hora de construir uma relação de confiança entre cão e tutor, é a prática de exercícios. Além de ajudar o cão a ter mais saúde, a prática de exercícios faz o cão entrar em uma situação de conforto e proximidade com o tutor. Ou seja, a confiança do cachorro com seu tutor, começa a ser construída a partir de corridas, caminhadas e demais exercícios.

O gasto de energia, para o cão, é algo indispensável. Ao gastar energia, ele entra em estado puro de felicidade. Esse é um momento que o cão está mais suscetível a se conectar com o tutor e, portanto, fortes laços de confiança serão construídos ali.

Mas cuidado: não exagere nas doses de gasto de energia. Você precisa entender a raça do seu cão para, assim, criar melhores situações de exercícios. Cães braquicefálicos, por exemplo, não podem fazer muitos exercícios físicos, pois têm a respiração limitada (ao exemplo do Pug). Portanto, pesquise e entenda mais sobre a raça que você adotou antes de sair para fazer exercícios.

tutora e seu cão

Tutora e seu cão – Foto: Freepik

Confiança do cachorro – Ensine comandos básicos ao cão

Algo que pode gerar proximidade e confiança do cachorro no seu tutor, é o ensinamento de comandos básicos ao animal. Ou seja, comandos como “senta”, “fica”, etc. Ao realizar esse tipo de ensinamento para o cão, o animal vai se sentir mais confortável no ambiente pois ele sabe que é você quem dará o “próximo passo”.

Desta forma, quando o cão é condicionado aos comandos básicos, ele tende a respeitar e também a “dar ouvidos” ao tutor. E isso é uma grande construção de confiança que vai acontecendo no dia a dia e durante a vida do cãozinho ao lado do seu tutor.

Veja também: Comandos básicos para cachorro – Quais são eles?

Confiança do cachorro – Tenha paciência com seu cão

E por fim, talvez a dica mais importante de todas ao conquistar a confiança do cachorro: tenha paciência. Você não pode forçar o cão a situações e não pode fazer com que ele simplesmente confie em você da noite para o dia. Embora a relação de confiança entre cão e tutor possa ser construída rapidamente, ainda assim, é preciso ter calma.

Ao ter calma, você não força o cão a situações complicadas. Ou seja, você não força ele a situações que podem levá-lo ao estresse e a ansiedade. Seja amigo do seu cão da mesma forma que ele é seu amigo. Evite colocar pressão nele ao ensinar comandos básicos e mantenha sempre o ambiente enriquecido.

Assim, certamente você conseguirá a tão sonhada confiança do cachorro e vocês poderão ter uma vida longa e feliz!