Será que o cachorro identifica o nosso humor ou será que ele apenas reage de acordo com o que está vendo/percebendo? Neste artigo, o Portal do Dog vai te ajudar a entender tudo sobre o assunto.

Afinal, não é raro que a gente veja o cachorro agindo de maneiras bastante sentimentais a partir de alguma ação do tutor. Seja felicidade ou tristeza.

Os nossos melhores amigos realmente têm um senso de percepção e conseguem ter uma sensibilidade muito grande para determinadas situações. Mas isso não significa que eles estão “entendendo” aquele momento.

Continue lendo para saber mais sobre o tema.

O cachorro identifica o nosso humor?

cachorro identifica o nosso humor

Tutora e cachorro – Foto: Freepik

Sim, o cachorro identifica o nosso humor.

Isso acontece por inúmeras razões, mas principalmente pela conexão que o pet tem com a gente. Ou seja, ele já está suficientemente condicionado ao nosso estilo de ação/reação e consegue ter algumas percepções.

O cachorro não necessariamente entende que a gente está triste ou feliz. Mas ele reage de acordo com nossas emoções extravasadas naquele momento. É como se fosse, de fato, uma ação e reação.

Principalmente se o cachorro já tem um bom condicionamento e já entende seus movimentos, isso colabora para que ele reaja exatamente aquilo que você está sentido. A rotina, inclusive, ajuda o dog a perceber o seu humor de um jeito ou de outro.

Como o cachorro identifica o nosso humor

O cachorro pode identificar o nosso humor de inúmeras maneiras diferentes. No entanto, o que mais faz ele perceber que a gente está feliz ou triste, é o fator percepção.

Ou seja, ele percebe como a gente está agindo e ele vai reagir exatamente dessa maneira. Por exemplo, se estivermos tristes e não falamos/interagimos com o dog, ele não vai reagir de volta.

Ele não sabe exatamente que a gente está “triste”. Mas ele vai entender que o tutor não quer ter uma aproximação naquele momento e o dog não tem estímulos para uma reação mais feliz.

Além disso, veja algumas condições que podem fazer o cachorro entender o nosso humor:

  • Oxitocina.
  • Cheiros e sensações.
  • Expressão facial.
  • Entonação da voz.
  • Relacionamento próximo.
  • Brincadeiras e diversão.

Oxitocina

A oxitocina é o hormônio conhecido como o “hormônio do amor”. Ou seja, é um hormônio que libera uma série de sensações e estímulos no cachorro, que faz ele reagir de uma forma ou de outra.

A oxitocina é liberada em sensações de felicidade para o cachorro. Ou seja, quando o tutor chega em casa, quando ele vai sair para brincar, etc.

O hormônio do amor está presente em situações de felicidade para o cachorro e, portanto, isso significa que ele sabe que aquele momento é um momento de felicidade e alegria.

Cheiros e sensações

Outra condição que faz o cachorro perceber o nosso humor, é o fator “cheiro e sensação”. O primeiro deles, é um sentido extremamente importante para os cães. É a partir do cheiro que os dogs conseguem perceber uma série de coisas no ambiente.

Para os cães, o cheiro é um sentido importantíssimo para gerar confiança e percepção do ambiente. Logo, essa “percepção” envolve também o humor do tutor.

Quando o cão sente que o tutor vai brincar, passear, dar comida ou coisas do tipo, ele pode condicionar isso a felicidade. E quando o tutor não faz isso e nem interage com o pet, não há estímulos para o cão agir de maneira “feliz”.

cachorro identifica o nosso humor

Tutora abraçando o cachorro – Foto: Freepik

Expressão facial

Alguns cães conseguem perceber, inclusive, a nossa expressão facial. Afinal, eles olham para o nosso rosto boa parte do tempo. Inclusive, aqui vai uma sugestão de leitura: Por que meu cachorro está me encarando?

A nossa expressão facial ajuda a fazer o cachorro agir de um jeito ou de outro. Uma expressão mais fechada e sem vocalização da nossa parte, não vai criar estímulos “felizes” no cão.

Já uma expressão aberta, com sorriso, com muita fala e gestos, fará o cão entender que o tutor está interagindo com ele. Logo, o cão ficará feliz e isso nos faz entender que ele “percebe” essa felicidade.

Mas na verdade, é apenas uma reação.

Entonação da voz

O cachorro identifica o nosso humor, também, a partir da entonação da voz. Ou seja, o jeito que a gente fala ou interage com ele, faz ele agir de uma forma ou de outra. Isso é muito importante para o cão e ele reage em cima de como a gente fala.

Se você usar uma voz feliz, aberta e fofa com o cachorro, ele ficará feliz com aquilo e vai se conectar. Agora, se você usar uma voz mais “potente”, seca e ríspida, o cão vai entender diferente.

Inclusive, a ausência de entonação ou vocalização, faz o cachorro entender ou perceber as situações de maneiras diferentes. Falar com o cachorro é muito importante e ajuda ele a se localizar nos sentimentos.

Relacionamento próximo

Um relacionamento próximo com o cachorro ajuda ele a identificar algum tipo de humor ou tom de voz. Afinal, a partir do relacionamento próximo e amigável, o cão consegue se conectar muito mais com o tutor.

Logo, ele vai ter percepções muito mais precisas sobre o que você está sentindo naquele momento. Se não houver um relacionamento próximo, o cão não vai ter os estímulos que precisa para reagir ao seu humor – embora isso ainda seja possível.

Mesmo que você não tenha um relacionamento próximo com o cachorro, ele consegue perceber se você está com medo, triste ou se você representa uma ameaça.

Cachorro identifica o nosso humor – Brincadeiras e diversão

E por fim, não podemos esquecer das brincadeiras e a diversão do dia a dia. Isso ajuda muito o cão a entender o humor do tutor no longo prazo. Afinal, ele vai estar condicionado.

A partir das brincadeiras e diversão, o cachorro sabe quando o tutor está agindo de maneira feliz, alegre ou mais contida. Afinal, ele está condicionado a vários tipos de ambientes.

Os cães sempre vão reagir ao tutor. O condicionamento e o adestramento são importantíssimos e é isso que faz o cão perceber ou não o seu humor de maneira mais precisa e adequada.

Eles não são racionais. Mas têm sentidos muito apurados.

tutora e cão

Tutora com seu cachorro – Foto: Freepik

Os cães também têm sentimentos?

Sim, os cães têm sentimentos.

Não exatamente como os humanos, de maneira mais racional e as vezes até induzida. Mas eles têm sentimentos pois reagem a tudo que o tutor faz ou deixa de fazer.

É por isso que muitas vezes parece que o cachorro identifica o nosso humor. Afinal, ele está conectado em uma rotina e está sempre pronto para reagir ao que o tutor faz ou deixa de fazer.

Logo, se o tutor está mais contido, cansado e triste, o pet vai agir assim. Agora, se o tutor receber o pet já com palavras, carinho e movimentos bruscos, a reação do cachorro vai ser exatamente assim.

É como se fosse uma repetição.

Como identificar o que um cão está sentindo

Os sentimentos caninos são muito amplos e podem representar uma série de reações no dia a dia. Eles também conseguem ter percepções sobre o ambiente e absorvem essa energia de maneira bastante eficiente.

Ou seja, não é raro chegar em casa já brincando com o cachorro, e ele reagir exatamente da mesma maneira. E também não é raro chegar em casa mais contido e calado, e o cão também repetir o mesmo comportamento.

É possível, portanto, identificar essas reações a partir dos sentimentos do animal, que podem ser:

  • Felicidade.
  • Tristeza.
  • Vergonha.
  • Dúvida.
  • Desconfiança.
  • Medo.

Cachorro identifica o nosso humor – Felicidade

A felicidade é o sentimento mais visível de todos. Afinal, um cachorro pode ser feliz com um simples brinquedo ou com o simples barulho que a guia faz quando o tutor vai pegá-la para passear.

O cão fica feliz quando vai ganhar comida, quando o tutor interage, quando vai ter passeio ou qualquer outra ação que o cão esteja condicionado ao bem-estar.

Tristeza

A tristeza também está presente no dia a dia de um cachorro. Ele pode ficar triste a partir de várias ações do tutor. Brigas, xingos e até a absorção do humor do tutor, pode deixar o pet mais quietinho.

Além disso, alguma dor localizada ou alguma doença também podem fazer o cão ficar triste e mais quietinho no canto dele.

tutor ensinando o cão

Ensinando o cachorro – Foto: Freepik

Cachorro identifica o nosso humor – Vergonha

A vergonha é um sentimento que não necessariamente é genuíno do cachorro. Afinal, eles não se envergonham de nada. Eles não sabem o que isso significa.

Então, quando eles aprontam algo e o tutor briga, aquela carinha de “vergonha” é apenas uma reação a briga do tutor. O cão se sente desconfortável e passa a reagir dessa maneira.

Dúvida

A dúvida está relacionada ao medo do desconhecido. Ou seja, se o pet acabou de chegar em uma casa nova, ele pode apresentar sentimentos de dúvida.

Ele fica mais escondido, mais quietinho e as vezes até agressivo.

Cachorro identifica o nosso humor – Desconfiança

O mesmo acontece com a desconfiança. Um sentimento de desconfiança faz o pet agir de maneira cautelosa. Ou seja, ele não mostra proximidade, prefere ficar mais longe e as vezes até vai rosnar.

Medo

O medo é um sentimento que pode estar relacionado a várias questões do dia a dia do cachorro. Cães com medo tendem a ficar mais contidos e as vezes até agressivos.

Portanto, saiba identificar quando seu pet está com medo para não deixá-lo ainda mais estressado. Veja: Cachorro com medo: Como agir?

Cachorros ajudam a melhorar o nosso humor?

Sim, os cachorros ajudam demais a melhorar o nosso humor. Por isso, ter um doguinho é incrível. Crie um ambiente de bem-estar, adestre o animal e vocês poderão ser muito felizes juntos.

Cuide do seu dog!