Há quatro, cão passa 8 horas por dia em frente ao trabalho do dono

por Samantha Kelly — publicado 2 ago 2012 - 14:36

Há quatro, cão passa 8 horas por dia em frente ao trabalho do dono.

 

Todos os dias, há quatro anos, a rotina do cãozinho Wang Cai é sempre a mesma: ele passa 8 horas de seu dia esperando seu dono sair do trabalho.

Assim que seu dono entra para trabalhar Wang Cai fica em frente à escadaria do banco Minsheng, das 9h às 17h, e não sai dali por nada. Disciplinado, ele não aceita comida de estranhos e espanta qualquer outro cão que se aproxime. A história de lealdade entre um cão e seu dono, que se repete na China, lembra a do cão Hachiko, do filme “Sempre ao seu lado“, estrelado por Richard Gere. Todas as manhãs Hachiko acompanhava seu dono no percurso de casa à estação de trem, voltando no final da tarde para acompanhá-lo na volta para a casa.

De acordo com o site China Smack muitos pedestres que passam diariamente pela região chegaram a pensar que Wang era abandonado e morava nas ruas. Mas notaram que o animal estava sempre limpo, usava roupinhas de frio elegantes no inverno e estava sempre tosado no verão.

 

Fonte

Projeto Cãominhar: cães ajudam no tratamento de crianças e adultos

por Cristina Possamai — publicado 11 set 2019 - 9:45

Projeto Cãominhar

Quipe, Gaia e Pink não são nomes de médicos e tampouco profissionais da área de saúde. No entanto, esse trio é parte primordial no tratamento e trabalho de reabilitação de crianças e adolescentes no Projeto Cãominhar.

Esses cachorrinhos, fazem parte do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), ajudam nas atividades de pacientes com autismo e paralisia cerebral.

De acordo com familiares de pacientes, a interação com os bichinhos auxilia no contato social e até na autoestima dos pequenos.

 » Read more about: Projeto Cãominhar: cães ajudam no tratamento de crianças e adultos  »

Pets de Brumadinho reencontram tutores e ganham novos lares em feira de adoção

por Cristina Possamai — publicado 11 set 2019 - 9:45

pets de Brumadinho

A tragédia de Brumadinho ainda está muito viva na memória de milhares de pessoas. A ruptura da barragem afetou e tirou centenas de vidas humanas e animais. Por isso, uma feira de adoção foi promovida recentemente na região. O evento com pets de Brumadinho ocorreu Fazenda Abrigo de Fauna, que fica na cidade mineira, na região Sudeste do Brasil.

Vale salientar que o evento foi aberto ao público e contou com a presença de 270 pessoas interessadas em acolher um bichinho sobrevivente.

 » Read more about: Pets de Brumadinho reencontram tutores e ganham novos lares em feira de adoção  »

Cães combatem a ansiedade em campeonato de eSports nos Estados Unidos

por Cristina Possamai — publicado 11 set 2019 - 9:45

Cães combatem a ansiedade

A ciência já comprovou que a cães combatem a ansiedade de seus tutores e até pessoas que estão a sua volta. Hoje em dia, é comum que hospitais, unidades de saúde e tratamento de pacientes adotem essa técnica a fim de melhorar a qualidade de vida de seus pacientes.

No entanto, o estresse de uma competição também pode testar os nervos de seus respectivos participantes. Assim, um torneio de eSports resolveu adotar essa pratica na cidade de Detroit,

 » Read more about: Cães combatem a ansiedade em campeonato de eSports nos Estados Unidos  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Projeto Cãominhar: cães ajudam no tratamento de crianças e adultos

por Cristina Possamai — publicado 11 set 2019 - 9:45

Projeto Cãominhar

Quipe, Gaia e Pink não são nomes de médicos e tampouco profissionais da área de saúde. No entanto, esse trio é parte primordial no tratamento e trabalho de reabilitação de crianças e adolescentes no Projeto Cãominhar.

Esses cachorrinhos, fazem parte do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), ajudam nas atividades de pacientes com autismo e paralisia cerebral.

De acordo com familiares de pacientes, a interação com os bichinhos auxilia no contato social e até na autoestima dos pequenos.

O trabalho é realizado na cidade de Cáceres, situada a 250 quilômetros de Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso. O projeto ocorre dentro de uma unidade de atendimento e é fruto de uma parceria entre o Gefron e a Administração Municipal.

Em função disto, alguns cachorros participam das sessões de fisioterapia uma vez por mês na unidade de saúde. Ao todo, aproximadamente 1100 pessoas são beneficiadas com as atividades do Projeto Cãominhar, desde crianças, jovens e adultos.

achorros fazem para bem ao coração

Foto: FreePik

Benefícios do Projeto Cãominhar

Uma das profissionais do projeto esclareceu que a atividade com os bichinhos se foca na atividade que a criança necessita executar.

Isso porque os exercícios montados para os pacientes levam em consideração a necessidade de cada um. Tanto no desenvolvimento da coordenação motora quanto na fala.

Além disso, a presença dos cães na fisioterapia torna o ambiente muito mais descontraído e divertido.

Isso porque o cachorro se transforma em um incentivo para o paciente. Sendo que o alcance dos resultados é ainda mais satisfatório.

Conheça o projeto Projeto Cãominhar

Com cerca de 12 meses de existência, o Projeto Cãominhar ainda deve passar por uma análise pelo corpo clínico do Centro de Reabilitação. Essa reavaliação vai pesar as opiniões de fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos e até os policiais da unidade de segurança.

O intuito é descobrir os resultados já atingidos e determinar novos objetivos. Visando, assim, ações para ampliar as melhores no tratamento dos pacientes.

No total, os cães já participaram de 12 sessões no local de saúde. Assim, os próprios policiais que atuam nas atividades notam o progresso das pessoas atendidas.

Conforme o comando do Gefron, a intenção é finalizar o ciclo de implementação do projeto a fim de ampliar o atendimento em um segundo ciclo. Nesta nova fase, se discutirá o aumento do projeto a partir dos resultados conseguidos.

Pets de Brumadinho reencontram tutores e ganham novos lares em feira de adoção

por Cristina Possamai — publicado 11 set 2019 - 9:45

pets de Brumadinho

A tragédia de Brumadinho ainda está muito viva na memória de milhares de pessoas. A ruptura da barragem afetou e tirou centenas de vidas humanas e animais. Por isso, uma feira de adoção foi promovida recentemente na região. O evento com pets de Brumadinho ocorreu Fazenda Abrigo de Fauna, que fica na cidade mineira, na região Sudeste do Brasil.

Vale salientar que o evento foi aberto ao público e contou com a presença de 270 pessoas interessadas em acolher um bichinho sobrevivente. Infelizmente, muitos animais perderam a vida durante a ruptura da barragem. Cerca de 500 bichinhos foram resgatados entre mamíferos, aves e répteis.

Pets de Brumadinho reencontram tutores e ganham novos lares em feira de adoção

Foto: FreePik

Ao todo, 95 animais estão a procura de um novo lar, 70 cachorros e 25 gatos de filhotes até adultos. Esses bichinhos foram salvos em regiões em contato com rejeito, ou levados pela comunidade para o evento. Todos foram vacinados, castrados e vermifugados.

Pets de Brumadinho

De acordo com reportagem do jornal O Tempo, 45 bichinhos encontraram uma nova família. A boa notícia é que cindo dos animais resgatados se reencontraram com os seus antigos tutores e voltaram aos seus lares. Ainda segundo a matéria, os cães e gatos acolhidos passarão por monitoramento nos primeiros seis meses.

O intuito deste acompanhamento é assegurar que todos se adaptem as novas casas e estejam sendo muito bem cuidados. Por isso, as pessoas interessadas na adoção foram submetidas a um processo. Ou seja, todos foram entrevistados e receberam uma cartilha com orientações especiais que os pets de Brumadinho precisam ter após a tragédia.

Tanto a feira de adoção quanto esse cuidado posterior tem o intuito de oferecer um novo lar pelos animais abrigados na Fazenda Abrigo de Fauna e no Hospital Veterinário.

Reencontros

A feira de adoção oportunizou que cinco famílias reencontrassem os seus bichinhos de estimação. No entanto, esses casos não foram os únicos. Até o momento, cerca de 110 animais resgatados na cidade foram devolvidos aos seus tutores.

Vale salientar que uma campanha local foi promovida a fim que os habitantes reconhecessem os bichos acolhidos nos últimos anos. Além disso, esse movimento para favorecer a devolução dos animais aos seus respectivos lares contou ainda com carros de som, inserções em rádio e livros com fotos distribuídos em vários pontos de atendimento da região.

Tragédia de Brumadinho

Na tarde do dia 25 de janeiro de 2019, a barragem B1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, se rompeu e provocou uma gigantesca avalanche de rejeitos de minério de ferro. A barragem pertencia a Vale, mineradora multinacional brasileira.

A tragédia se transformou em um dos maiores desastres com rejeitos de mineração no Brasil. De acordo com as autoridades do estado de Minas Gerais, o número de vítimas da tragédia é de 249 atualmente.

No entanto, outras 21 pessoas ainda estão desaparecidas ou sem identificação. Membros do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais ainda trabalham na região afetada.  Antes do rompimento em Brumadinho, a tragédia de Mariana, em 2015, era até então, o mais grave desastre ambiental da história provocado por vazamento de minério.