O soro caseiro para cachorro é um composto que pode ser muito útil para o animal em diversas situações. No entanto, você sabe como fazer? Você sabe quando dar? Estas são questões que nem sempre são assim tão facilmente respondidas, uma vez que tudo dependerá de outras ocasiões.

E por isso, no texto de hoje vamos te ajudar a entender um pouco mais sobre o assunto. Além disso, você vai entender alguns sinais claros do cão para quando você precisa fornecer o soro. E também entenderá quando não deve fornecer! Por isso, acompanhe a leitura.

cão doente

Foto: Freepik

Soro caseiro para cachorro

Assim como para nós humanos, alguns compostos de reidratação e reabastecimento de nutrientes é fundamental. E nos cães não é diferente. O soro caseiro para cachorro, por exemplo, é uma das formas mais práticas que encontramos para reidratar um cachorro que possa estar com algum problema de saúde ou mesmo ter um baixo consumo hídrico no dia a dia.

No entanto, é também importante que você saiba diferenciar algumas situações. Há situações que são graves e, portanto, não podem ser remediadas em casa. E outras que são menos graves que sim, podem ser tratadas de forma caseira. Ou pelo menos, iniciar o tratamento desta forma.

Leia também: Alimentação natural para cães.

Para entender tudo isso, vamos começar entendendo como você pode fazer o composto. Veja abaixo.

soro caseiro para cachorro

Foto: Freepik

Como fazer o soro caseiro para cachorro

O soro caseiro para cachorro é um composto muito simples de ser feito. Separamos uma receita básica e que pode ser feita em 15 minutos tendo os ingredientes certos e na hora certa. Veja abaixo.

  • Separe um litro de água;
  • Três colheres de açúcar (colher de sopa);
  • Uma colher de sal (colher de chá);
  • Esprema o sumo de meio limão taiti (ou galego);
  • Meia colher (de chá) de bicarbonato de sódio;

Estes são os ingredientes básicos para que você possa começar a preparar o composto de soro canino. Tendo tudo em mãos, basta misturar tudo no litro de água e em uma panela, leve ao fogo até começar a ferver. Quando a fervura começar, desligue e despeje todo o composto em um recipiente.

Basta esperar esfriar e servir na tigela de água do seu cachorro. Por mais que a mistura seja estranha e possa ter um gosto estranho (e tem), alguns cães não estranham e consomem normalmente. Já outros acabam rejeitando de primeira. E quando isto acontecer, é preciso então levar o seu cão para um veterinário o mais rápido possível, pois se ele precisa de soro e não está consumindo, é preciso agir de uma forma que ele não se prejudique.

Assim sendo, agora que você já aprendeu a fazer o soro caseiro para cachorro, é hora de entender quando você pode oferecer o composto ao seu animal. Veja abaixo algumas dicas.

soro caseiro para cachorro

Foto: Freepik

Quando você deve dar o soro caseiro para o cachorro

O soro caseiro para cachorro é um composto muito potente para combater uma série de problemas relacionados a saúde do dog. No entanto, ele só pode ser aplicado por sua conta a partir do momento que você identificar como viável. E para isso, você deve considerar somente alguns sintomas, onde os principais deles são a desidratação e eventuais diarréias ou vômitos amarelados (que consequentemente podem causar desidratação).

Caso estes sintomas não sejam devidamente apresentados no comportamento do seu cão mas mesmo assim ele estiver mal, não hesite em levá-lo ao veterinário. Afinal, pode ser algo mais grave que, quanto antes descoberto, melhor será o tratamento. O soro caseiro é importante somente para que o animal volte a ficar hidratado e os sais minerais também sejam repostos. Em casos de outras doenças ou sintomas, automaticamente, outros tratamentos são recomendados.

Por exemplo, se o seu cãozinho estiver com febre ou não estiver comendo, pode significar que ele está com uma virose. Viroses podem ser tratadas também com o uso do soro caseiro para cachorro. Agora, se o animal estiver apresentando sintomas diferentes ou mesmo rejeitar o soro (mesmo que seja virose), procurar ajuda profissional é indispensável.

soro caseiro para cachorro

Foto: Freepik

Sinais de desidratação no seu pet

O cachorro apresenta alguns sinais claros de desidratação. E a desidratação pode ocorrer devido a diversos outros problemas relacionados a saúde do animal. E desta forma, hidratar novamente pode ser uma das formas mais eficientes de, ao menos, dar uma forcinha para o corpo se recuperar.

Vale lembrar novamente que somente fazer isto não necessariamente vai curar o animal. No entanto, nem será o remédio mais eficiente. E você deve sempre considerar um veterinário. Mas, o soro sim pode ajudar. Assim sendo, para que você consiga identificar de forma ainda mais eficiente os sintomas da desidratação, fizemos uma lista abaixo. Veja:

  • Gengivas secas ao extremo;
  • Língua ressecada;
  • Olhos secos ou com aparência de arregalados;
  • Falta de apetite na hora das refeições;
  • Respiração comprometida ou mesmo dificuldade para respirar;
  • Coração batendo aceleradamente;
  • Letargia;
  • Falta de ânimo para brincar;
  • A pele fica sem elasticidade;

Estes são alguns dos sintomas mais básicos que você poderá verificar ainda em casa. E talvez o último (pele sem elasticidade) seja um dos mais claros e que deixam o problema com ainda mais evidência. Assim sendo, você pode testar esticando a pele do animal. Caso ela não volte rapidamente, significa que o dog está com problemas e você deve ir a um veterinário o quanto antes!

Agora que você já entendeu como o soro caseiro para cachorro pode ser eficiente, é hora de colocar em prática. Assim sendo, anote a receita e fique atento aos sinais do seu cão. Cuide dele!

Leia também: Como saber se o seu cão está desidratado ou hiper-hidratado?