O Border Collie marrom é uma das raças que possui um grande número de apreciadores, e não é à toa que esse pet conquistou uma legião de fãs, já que é uma raça que encanta com suas habilidades e com uma personalidade alegre e amigável.

Esse cão pastor tem suas origens no Reino Unido, com ancestrais sendo os cães nórdicos, que eram os cachorros que acompanhavam os Vikings.  

Além de suas habilidades, o Border Collie chama atenção por sua beleza, que é um charme a mais que essa raça possui.

E o Border Collie não só possui beleza, mas várias caraterísticas que fazem dele um cão único. E para conhecer mais sobre esse magnífico cão, confira estas 15 curiosidades sobre a raça e entre para o clube dos amantes do Border Collie. 

1. É o cão mais inteligente  

border collie marrom

Border collie marrom – Foto: Freepik

Uma das características mais marcantes dessa raça é a extrema inteligência. O Border Collie é considerado uma das raças mais inteligentes do mundo, alcançando o primeiro lugar no ranking de inteligência canina feita por Stanley Coren.

Além de possuir uma super inteligência, o Border Collie marrom é um cão muito obediente, o que torna o adestramento dessa raça fácil e satisfatório.  

Por possuir tamanha inteligência, cão da raça Border Collie precisa ser estimulado intelectualmente ou vai encontrar uma forma de criar suas próprias atividades, o que pode acabar sendo um tanto destrutivo.  

2. É viciado em trabalho 

border collie marrom

border collie marrom – Foto: Freepik

O Border Collie é um cão trabalhador, sendo sua principal função o pastoreio de ovelhas. É um cão com liderança e foco que faz com que ele seja considerado um dos melhores cães pastores. A inteligência e a obediência também são fatores que favorecem o bom trabalho do Border Collie marrom.

Essa é uma raça que precisa de uma ocupação para não ficar entediado, sendo que lugares como o campo é o habitat ideal para o cão, já que é um local onde ele pode cumprir com maestria a função de pastoreio.

Além de ser um cão que sempre está à procura de uma ocupação, ele é também um cachorro muito resistente e um trabalhador incansável, chegando a trabalhar 12 horas por dia no rebanho. 

3. É sensível a barulho

É comum que algumas raças de cachorros sofram com sensibilidade ao som. Esse é o caso do Border Collie marrom, que possui uma audição muito sensível e sons mais altos podem ser incômodos e até assustadores para o cão.

Alguns cachorros dessa raça podem até desenvolver fobias aos ruídos altos, fazendo com que tempestades, fogos ou qualquer outra situação que acompanhe barulhos podem causar aflição no cachorro.  

4. Um cão muito ativo 

Border Collie puppy, 11 months old, standing in front of white background

O Border Collie é um cão muito ativo. Ele possui um grande nível de energia e precisa de uma rotina de atividades físicas diárias. É um cachorro que necessita de espaço, o que faz com que não seja indicado para morar em apartamentos ou em casas pequenas.  

Uma das atividades preferidas de um Border Collie marrom é a corrida. Ele vai adorar passar um bom tempo correndo ao ar livre. Outras formas de administrar essa energia do cão é com brinquedos, que vão ser um grande auxílio para manter esse cão entretido.  

5. Tem ótima relação com crianças 

Mesmo sendo um cão conhecido por suas tarefas no pastoreio, o Border Collie  também ganhou o status de cão familiar. Ele é uma raça muito amigável e alegre, sendo uma alegria para qualquer tipo de lar.

Com as crianças, a raça constrói uma grande relação de amizade, onde o Border Collie marrom tem um comportamento de proteção. A raça também convive bem com outros animais, mas por seu instinto de pastor, ele pode revelar um comportamento de pastoreio com as crianças e os outros animais.  

6. O Border Collie possui uma variação de cores 

Além da coloração marrom, o cão da raça Border Collie pode apresentar uma variação de cores, entre estas cores estão o preto e branco, o marrom, o cinzento, vermelho, tricolor, azul e castanho.

O cão com a cor branca predominante não é bem visto e a coloração mais rara é o cinza lobo, uma cor que tem como base o branco com ponta escura.  

7. O Border Collie marrom é um bom cão de guarda 

Border Collie, 2 years old, sitting in front of white background

O Border Collie marrom  é um cão super inteligente, com uma ótima audição e um grande senso de proteção. Todas as qualidades necessárias para um bom cão de guarda. Ele é um cão alerta e qualquer sinal de ameaça vai fazer com que esse cachorro alerte sobre uma possível invasão.  

8. Foi uma raça amada pela rainha Vitória 

A raça também conquistou a realeza. Ao se apaixonar por um cão da raça, a rainha Vitória do Reino Unido popularizou a raça ao criar vários desses cachorros.

Assim a raça foi sendo relacionada com a realeza. Alguns dos cães da raça foram retratados em pinturas e fotografias antigas do monarca. 

9. O nome é em homenagem ao seu lugar de origem 

A raça Border Collie foi nomeada por seu lugar de origem. O cão foi originado no Reino Unido, em um uma região que faz fronteira entre Escócia e Inglaterra, em Northumberland, região dos vales dos Borders.

O Border Collie marrom tem como seus ancestrais cães nórdicos, que eram companheiros dos Vikings, guerreiros nórdicos. A raça só foi reconhecida pelo American Kennel Club em 1995, mas a raça já era mencionada em textos datados no século XVI.  

10. Um cão dessa raça bateu recorde no Guinness Book 

Border Collie – Foto: Freepik

A inteligência do Border Collie marrom é uma das suas habilidades mais estimadas. E o cão faz jus à fama, pois essa raça tem uma grande capacidade de aprendizado e pode compreender os comandos discretos do guia como o olhar. É uma raça que aprende além dos truques básicos.  

Um dos cães da raça que se destacou foi a cadela Striker, que colocou o nome no livro dos recordes ao conseguir abrir uma janela manual de um carro em 11,34 segundos.

Outra Border Collie que conquistou a fama por sua inteligência foi Chase, uma cadela que reconhece centenas de brinquedos pelo nome e ainda reconhece mais de mil palavras. Essa raça é composta por verdadeiros gênios caninos.  

11. Border Collie marrom é um cão de médio porte 

O cão da raça Border Collie marrom é considerado de médio porte. Um macho pode medir entre 48 cm a 56 cm e pesar 14 kg a 20 kg. Já as fêmeas são um pouco menores, medindo entre 46 cm a 53 cm e com um peso de 12 kg a 19 kg.  

12. Famoso nas telonas 

Cachorro com pata no olho – Foto: Freepik

A raça Border Collie marrom também tem uma carreira no cinema. Cães dessa raça já foram usados em grandes trabalhos cinematográficos.

Entre um dos personagens mais marcantes de um Border Collie é no clássico filme Babe, onde o destaque é para a personagem Fly, uma cadela pastoreia interpretada por um Border Collie.

Outros filmes também já usaram um Border Collie como parte do elenco, como o caso do filme nacional Mato sem cachorro, uma comédia com o personagem Guto, interpretado por um cão da raça.

Outros filmes em que cães da raça Border Collie contracenam são: Um hotel bom para cachorros, Rose na tempestade, Todos os caminhos conduzem a casa, Um ano cão e O anjo cachorro.  

13. É uma raça com várias funções 

O Border Collie marrom é um cão trabalhador e que gosta de cumprir com alguma função. Além de sua aptidão para o trabalho, a raça tem facilidade no aprendizado, o que facilita o treinamento para outras funções.

Além do trabalho como pastor e cão de guarda, o Border Collie também pode ser treinado para funções de auxílio policial, na detecção de bombas e de drogas, a raça também é usada em missões de resgates. É um cão que consegue adquirir várias habilidades, o que faz dele um grande “coringa” entre os cachorros. 

14. O Border Collie marrom não gosta de ficar sozinho

Cachorro sentado com língua pra fora – Foto: Freepik

Uma dúvida comum em quem procura adotar um cão é saber qual é a tolerância do cachorro ao ficar sozinho.

O Border Collie é uma daquelas raças que não se deve ficar longos períodos só.  A raça é muito apegada aos tutores, ao ficar um longo tempo sem a presença da família o cão pode desenvolver ansiedade de separação e até comportamentos destrutivos.

Como também é um cão muito ativo, ficar sozinho pode resultar em confusão, já que ao ficar entediado o Border Collie marrom procura seus próprios meios de diversão.  

Outro fato importante é que quem decide criar um cão dessa raça deve disponibilizar tempo para os cuidados do animal.

Como ele é um cão muito energético, sua criação demanda de tempo e muita energia, já que esse cachorro vai fazer seu tutor suar muito ao acompanhá-lo. 

15. O Border Collie marrom tem uma expectativa de vida entre 12 a 15 anos 

O cão da raça Border Collie marrom costuma ter uma boa e resistente saúde, mas pode sofrer de algumas doenças comuns dos cachorros.

Com um estilo de vida equilibrado, o cão pode alcançar 15 anos de vida. É importante manter o cão com um acompanhamento veterinário, que vai analisar como anda a saúde do animal.

Cuidados como na alimentação, higienização e com o bem-estar são fundamentais para que o cão tenha uma vida longa e boa.