Será mesmo que cachorro gosta de receber carinho ou eles só aceitam e toleram os tutores “bobões” pelos seus pets? Há pessoas que acreditam que os cães apenas agem naturalmente ao receber carinho e que não necessariamente gostam. Mas é só reparar o sorrisão que eles abrem ao receberem as carícias que fica fácil entender que sim, cachorro gosta de receber carinho.

No entanto, é muito importante que você verifique algumas questões relacionadas a esta convivência e atitude. Principalmente se o cachorro não é seu ou se ele está em algum momento sensível, o carinho pode sim ser rejeitado – e até um acidente pode acontecer, caso o animal se sinta ameaçado.

Portanto, acompanhe o texto e saiba mais sobre o comportamento dos cães frente as tão adoradas carícias. Vamos lá?

cachorro gosta de receber carinho

Tutora acariciando seu cão – Foto: Freepik

Cachorro gosta de receber carinho? Sim, mas você precisa considerar alguns critérios de comportamento

Se o cachorro gosta de receber carinho, saiba que nós, tutores, também adoramos fazê-lo. Afinal, fazer carinho no cachorro pode combater estresse e ajuda a aliviar tensões de um dia corrido e complicado. Ou seja, é uma via de duas mãos: enquanto o animal está adorando as carícias, nós também estamos relaxando pois adoramos acariciar.

No entanto, alguns tutores de primeira viagem ou mesmo crianças que estão convivendo com seu primeiro cachorro, precisam considerar um entendimento melhor sobre o comportamento do animal. Ele não é um bichinho de pelúcia e pode, sim, ter algumas reações negativas ao carinho, principalmente em situações que ele considera sensível.

Veja uma lista de ponderações:

  • Evite acariciar cachorros estranhos na rua antes de interagir com voz e constatar tranquilidade;
  • Comece acariciando em regiões neutras, como nas orelhas e no pescoço;
  • Acariciar o cachorro durante sua refeição pode significar uma afronta para o animal;
  • Não aperte o animal e nem provoque a sensação de que ele está preso;

Explicaremos melhor cada uma das situações a partir de agora, de modo que você possa fazer carinho no seu cachorro sem se preocupar. Acompanhe.

Cachorro gosta de receber carinho: Evite acariciar cachorros estranhos na rua antes de interagir com voz e constatar tranquilidade

Quem adora um cachorrinho por perto, sabe que ao encontrar um pet na rua é preciso ter muito controle para não largar tudo e ir acariciar o bichinho. E esta, na verdade, pode ser uma situação emocional negativa para o seu bem-estar e também para o bem-estar do pet que está na rua. Claro que muitas vezes tudo que ele quer é sim um afago na cabeça. No entanto, é preciso tomar cuidado, pois você não conhece o cachorro.

Por isso, evite acariciar cachorros na rua antes mesmo de interagir com ele de alguma forma que não seja tocando-o. Fale com ele, olhe nos olhos dele e tente entender os sinais que ele dá. Se ele estiver com o rabo e as orelhas levantadas, em posição imponente, evite o contato físico, pois ele poderá morder. Este é um sinal claro de que o animal está em alerta.

No entanto, se o cachorro apresentar uma guarda baixa, com o rabo balançando e aquele olhar pedindo carinho, vá com calma e apenas com uma mão, mas sempre falando com o animal em um tom de voz que ele considere amigável. Em resumo, você precisa pegar confiança no animal e o animal precisa pegar confiança em você.

cachorro gosta de receber carinho

Criança com seu cãozinho no sofá – Foto: Freepik

Cachorro gosta de receber carinho: Comece acariciando em regiões neutras, como nas orelhas e no pescoço

Da mesma forma que você não pode (ou pelo menos, não deveria) sair acariciando qualquer cachorro na rua por motivos de segurança (sua e dele), é importante também considerar os melhores lugares para iniciar o carinho em si. Um cachorro assustado ou um cachorro com medo pode ter muitas reações movidas pelo instinto e, obviamente, fora do nosso radar de interpretação.

Desta forma é fundamental que você opte por tocá-lo em regiões neutras, como nas orelhas e também no pescoço. O animal precisa de confiança para entender que você não vai machucá-lo. Mas esta confiança normalmente é conquistada aos poucos e de forma lenta, acariciando locais que o cachorro não considera uma agressão.

Fazer carinho em locais neutros em um cachorro que você não conhece ou mesmo no seu cão que eventualmente sofreu algum tipo de trauma mental, é uma maneira de mostrar que você está com ele, mas sem intimidá-lo. O que é totalmente diferente de tentar fazer carinho na barriga ou nas patas, que são regiões mais sensíveis e que um cachorro assustado poderá recusar de forma agressiva.

cachorro gosta de receber carinho

Acariciando o cão – Foto: Freepik

Acariciar o cachorro durante sua refeição pode significar uma afronta para o animal

As refeições são consideradas um momento sagrado para os cães. Ou pelo menos, para alguns deles. Portanto, é muito importante que você não incomode o animal neste momento, pois alguns cachorros podem ficar verdadeiramente furiosos quando há qualquer tipo de interação com eles enquanto estão comendo. Cachorro gosta de receber carinho, com certeza. Mas este não é um momento para isso. Portanto, deixe o cachorro se alimentar em paz e não tente tocá-lo. Há momentos específicos para as carícias.

É muito prejudicial fazer com que o cachorro se incomode enquanto está comendo, pois a alimentação é um momento-chave no bem-estar dele dentro de casa e para a adaptação ao novo lar, se for o caso. Pois é através da comida que ele começa a condicionar que está tudo bem e que o local é seguro e confortável para ele. Instintivamente, a comida é um fator chave para a saúde mental do cachorro.

Posteriormente a isso, claro, há todas as outras questões de convívio que você precisará colocar em prática – incluindo o carinho.

acariciando o cão na cabeça

Tutor acariciando seu cão na cabeça – Foto: Freepik

Não aperte o animal e nem provoque a sensação de que ele está preso

Da mesma maneira que um cachorro não gosta de ser pressionado enquanto está comendo, ele também não gosta de se sentir preso ou trancado de uma maneira abrupta. Ou seja, por mais que o cachorro gosta de receber carinho, esta prática não pode ser levada ao extremo.

Portanto, evite que o animal se sinta preso ou encurralado. Isto poderá fazer com que seu pet fique muito nervoso, agitado e agressivo. Algo que você não quer, até para a saúde dele.

Incentive e ensine as crianças a não apertarem o dog, pois ele não é um bichinho de pelúcia. Por mais que um abraço bem apertado seja, sim, sinônimo de carinho para os humanos, para os cães isto pode significar uma afronta e, desta forma, pode acontecer um acidente, como uma mordida.

Cuide do seu pet e respeite-o sempre!