Baseada na Yoga, prática milenar originada na Índia, que visa encontrar um equilíbrio entre corpo e mente, a Doga (yoga +dog) é uma derivação recente da yoga, esta sendo praticada por tutores e seus cães em parceria.

Doga é yoga praticada por tutores e cachorro. Foto: Reprodução/Google Images

Tendo seu início nos Estados Unidos, estúdios rapidamente se espalharam em outros lugares do mundo, principalmente no Reino Unido.

Através de exercícios que envolvem alongamentos, massagem e meditação, o objetivo é a busca de uma paz interior e harmonia entre espécies, trabalhando a mentalidade do grupo e oferecendo entretenimento.

Na Doga, o tutor e seu cachorro trabalham em unidade, com o tutor tendo a responsabilidade de auxiliar nas poses do pet. Por vezes, o pet é usado como instrumento para determinadas poses.

Cães de todos os tamanhos e raças são bem-vindos, até mesmo os mais agitados, já que acredita-se que o exercício tenha efeito calmante.

Tutora e seu cão praticando Doga. Foto: Reprodução/Google Images

Tutora e seu cão praticando Doga. Foto: Reprodução/Google Images

Defensores da DOGA enfatizam o fortalecimento do relacionamento com o pet e declaram que, já que muitas poses são inspiradas em animais, nada mais natural que fazê-las com seus cães.

Os críticos dentro da comunidade da yoga acreditam que a Doga, além de macular a prática milenar da yoga no mundo, teria uma influência supostamente negativa na concentração e relaxamento necessários.

É importante que especialistas não só em yoga, mas também em cachorros, estejam comandando as classes, já que é necessário compreender os sinais que o cão transmite quando é hora de parar. A prática deve ser algo para melhorar a saúde dos envolvidos.

 

Assista a clipe extraído de uma aula de Doga (áudio em inglês)