Quem tem animais de estimação pode ter muitas dúvidas sobre o funcionamento do organismo e a saúde deles, como saber se a as cadelas tem menopausa.

Você já parou para se perguntar isso? Muitas pessoas desejam saber mais sobre o tema porque desejam compreender melhor a fisiologia e desenvolvimento dos seus pets.

Atualmente, a humanização dos pets é uma realidade, mas é preciso ter alguns cuidados em relação a informações sobre os cachorros, uma vez que eles não são exatamente iguais aos humanos.

Muitas são as dúvidas sobre a reprodução em animais e, se você também se interessa pelo tema, continue lendo este texto no qual mostraremos se as cadelas têm menopausa e muito mais!

Pode-se dizer que as cadelas tem menopausa?

cadela no cio

Cadela deitada. Foto: Freepik

Esclarecendo logo de cara esta dúvida de muitas pessoas, dizer que as cadelas têm menopausa é um grande mito.

Nas mulheres, após uma certa idade é comum que se entre em fase de menopausa, período no qual ocorrem muitas alterações hormonais e, basicamente, a mulher não pode mais engravidar.

Entretanto, as cadelas não possuem essas alterações e, por isso, não possuem um período específico e determinado a partir do qual não se reproduzem mais.

Na espécie canina, costuma-se dizer que as fêmeas podem se reproduzir até o final das suas vidas, uma vez que continuam tendo cios.

No entanto, é importante salientar que mesmo assim pode acontecer uma diminuição bastante expressiva do seu controle hormonal.

Desta forma, com o avançar da idade é de se esperar que a fêmea tenha cios cada vez mais espaçados.

Em uma cadela idosa, é bem comum que se tenha cios a cada ano ou, até mesmo a cada dois anos.

De qualquer maneira, fisiologicamente uma cadela idosa ainda pode ter filhotes, apesar de isso não ser recomendado.

Cadelas tem menopausa – Cadelas idosas não devem ter filhotes

O que fazer para minha cadela aumentar o leite

Cachorra segurando plaquinha escrito “mom”. Foto: Freepik

Como você já sabe agora, as cadelas não têm menopausa, mesmo que o cio delas possa durar a vida inteira.

Ainda assim, as cadelas mais velhas não devem passar por uma gestação, uma vez que isso pode ser muito perigoso para elas.

A começar pela demanda nutricional que é necessária para se gerar um filhote e conseguir manter uma gestação.

Isso pode provocar sérios problemas para a saúde do animalzinho. Além disso, nas fêmeas os óvulos envelhecem junto com o animal.

Sendo assim, em uma cadela mais velha existem muito mais chances de haver problemas gestacionais.

Nesse caso, os filhotes podem acabar se desenvolvendo inadequadamente, apresentando os mais diferentes problemas de saúde.

Dessa forma, não é indicado de maneira alguma que fêmeas com mais do que sete anos de idade se reproduzam.

E mesmo que a gestação corra bem, a cadela pode precisar passar por uma cesariana, uma vez que pode ter problemas com o desenvolvimento do trabalho de parto.

O cio ocorre mensalmente

cadela

cadela – Foto: Freepik

Este é mais um mito bastante comum de se ouvir em relação às cadelas. Assim como o fato de as cadelas terem menopausa, o cio mensal também não é uma verdade.

A maioria das cadelas adultas possuem cios semestrais, mas isso pode ocorrer também com uma menor frequência em alguns casos.

E como já foi dito, nas fêmeas idosas a frequência diminui muito. E a própria duração do cio também é bastante diferente entre as fêmeas dependendo da idade e fisiologia.

É bem comum que o primeiro cio tenha uma duração maior, podendo passar dos 15 dias que são comuns nesse caso.

Cadelas tem menopausa – A cadela tem menstruação?

cadelas tem menopausa

cadela no parque – Foto: Freepik

Dizer que a cadela tem menstruação é algo bastante comum, mas a verdade é que ela não menstrua.

Isso porque o que se chama de menstruação nos humanos, nada mais é que o endométrio descamando e, isso não acontece nas cadelas.

Na espécie canina, o que ocorre, na verdade, é uma fragilização dos capilares que leva à descamação do endométrio. Isso pode acontecer a vida inteira como parte do que é conhecido como ciclo estral delas.

Cadelas têm cio até o final da vida?

Sim. Como já foi dito, as cadelas não tem menopausa como as mulheres e, o cio delas continua ocorrendo até o final da vida.

Este é um reflexo do ciclo estral e, mesmo que haja uma diminuição na frequência, ainda pode ocorrer a vida toda.

Mesmo que o animal continue tendo esses sangramentos, a frequência deles diminui bastante.

A castração é uma solução plausível

cadelas tem menopausa

Cadela – Foto: Freepik

Essa é uma verdade e, por mais que a castração esteja cada vez mais frequente, muitas pessoas ainda não conseguem se conscientizar sobre a importância do procedimento para a saúde e bem estar das fêmeas.

Além disso, muita gente fica com dó de castrar, uma vez que este é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção do útero e do ovário do animal.

Apesar de o procedimento ser cirúrgico, o corte é pequeno, a cadela é anestesiada e, o pós operatório é relativamente simples.

Sendo assim, você não tem que se preocupar com nada além de tomar os devidos cuidados com o pet e administrar todos os medicamentos prescritos pelo médico veterinário.

Para evitar problemas com o corte, é bem provável que o profissional aconselhe o uso de roupinha cirúrgica ou um colar elisabetano.

Vale a pena pensar que o procedimento é relativamente simples, a recuperação é bem rápida e, os benefícios se estendem por toda a vida do animalzinho.

Cadelas tem menopausa – Cuidados com cadelas no cio

cadelas tem menopausa

Cachorra deitada – Foto: Freepik

Como as cadelas não tem menopausa, continuam tendo cio até o final da vida. Diante disso, é importante ter em mente que este é um período em que elas ficam bem mais sensíveis e precisam de atenção especial.

Uma vez que os ciclos de vida dos cães são muito semelhantes aos do ser humano, muitos se perguntam se as cadelas têm menopausa. Bem, hoje vamos analisar esta questão e dissipar todas as dúvidas que existem em torno dela.

Como já foi dito, mesmo que essas fêmeas tenham ciclo hormonal, ainda assim é importante evitar que elas tenham filhotes.

Sendo assim, é necessário esterilizar essas fêmeas para evitar transtornos, ou seja, fazer a castração delas.

Vale a pena dizer que a castração evita que a fêmea tenha filhotes, mas também evita os incômodos do cio e, o câncer de útero e de ovário.

Mas se por acaso você ainda preferir que a sua cadela continue tendo cios, deve cuidar muito bem da saúde e higiene dela nesses momentos.

A seguir daremos algumas dicas sobre como fazer isso da melhor maneira possível.

Tenha atenção com a higiene da cadela

Mesmo que o sangramento durante o cio seja bem pequeno, ainda acontece e, é necessário evitar contaminações e odores desagradáveis.

É comum que as pessoas pensem que as cadelas no cio não devem e não precisam tomar banho, mas isso não é verdade.

Pelo contrário, uma cadela no cio precisa de ainda mais higiene do que normalmente, uma vez que o sangue deve ser limpo para não ficar aderido ao pelo.

Tenha apenas atenção com a temperatura da água, uma vez que durante o cio a fêmea costuma ficar mais sensível e com mais dor.

Sendo assim, o ideal é que a água esteja morna para que ela se sinta confortável. Depois disso, ainda tenha o cuidado de secar bem a pelagem, evitando que ela pegue friagem ou desenvolva problemas de pele por infecções de microrganismos.

Deixe-a longe dos animais machos para evitar prenhez

Quando uma cadela entra no cio, significa que ela está se preparando para ter uma gestação e, por isso, este é o período ideal para que ela copule com um macho.

No entanto, a não ser que seja uma reprodução bem programada, o ideal é que ela permaneça longe dos machos.

Os feromônios são liberados nessa fase, justamente para atrair os outros animais e mostrar que a cadela está pronta para a cópula.

Por isso, os machos tendem a se aproximar nessa situação. E mais do que isso, eles tentam fazer de tudo para chegar até o animal.

Deixe o animal em um espaço tranquilo

Como já foi dito, a fêmea fica sensível quando está no cio e, pode acabar se incomodando bastante com barulhos.

Sendo assim, procure deixar o animalzinho confortável, em um local que seja livre de barulhos altos e, que fique um pouco mais afastado do fluxo de pessoas.

Dessa forma, se ela preferir ficar afastada, terá essa opção. Sobretudo as cadelas mais velhas podem se incomodar ainda mais durante esse período.

Cadelas tem menopausa – Entenda o ciclo estral das cadelas

Agora que você já entendeu que as cadelas não têm menopausa, deve entender que elas passam pelo ciclo estral.

Este ciclo é composto por quatro etapas, que vão ocorrer entre um cio e o outro. Vamos esclarecer melhor essa questão nos próximos tópicos.

O que é o ciclo estral?

Basicamente, o ciclo estral é definido como sendo o conjunto das mudanças hormonais pelas quais uma cadela passa.

Isso envolve hormônios que regulam todo o processo reprodutivo, envolvendo inclusive o útero e os ovários.

Este é o processo pelo qual as fêmeas passam entre uma ovulação e a outra e, nas cadelas possuo características únicas e diversas particularidades.

Ao longo de toda a vida reprodutiva da cadela, ela passa pelo ciclo estral uma vez após a outra para que haja o desenvolvimento do folículo e, posteriormente a ovulação. Isso só se interrompe quando ocorre uma gestação.

Mas existe um espaço entre o desenvolvimento do folículo e a ovulação, um período conhecido como anestro.

Em relação à espécie canina, deve-se enfatizar ainda que é monoestral (tem um estro por ciclo) e, não é sazonal (pode ter estros independentemente da época).

Quando a cadela tem o seu primeiro ciclo estral?

Os cães amadurecem muito mais rapidamente em relação aos humanos e, por isso, passam pela puberdade em média entre os 6 e 12 meses de idade.

Deve-se considerar a raça do animal nesse caso, uma vez que os de menor porte iniciam esse período antes em relação aos maiores.

Por conta do amadurecimento, os primeiros ciclos podem ser irregulares, mas após os dois anos de vida do animal já deverão ter alcançado a maturidade.

Então, a cadela deverá entrar no cio em média uma vez a cada seis meses, mas isso pode variar um pouco.

As 4 fases do ciclo estral das cadelas

Outra questão importante sobre o ciclo estral das cadelas é conhecer as suas quatro etapas e, então entender o que acontece em cada uma delas. Veja a seguir alguns detalhes sobre isso.

Proestro

Esta etapa é conhecida como sendo o inicio do desenvolvimento de um folículo, que tem uma duração bem pequena, entre 7 e 9 dias em média.

Esses folículos são estimulados por conta de uma produção de quantidades cada vez maiores do hormônio estrógeno.

O estrógeno é responsável pelas principais mudanças que ocorrem no organismo do animal, sobretudo no que diz respeito às mudanças no trato reprodutivo.

A vulva e vagina ficam edemaciadas, há uma secreção sanguinolenta e, uma intensificação da produção de feromônios para atração dos machos.

Nesta etapa a cadela não vai aceitar o macho, mas bem no finalzinho da fase ela pode começar a aceitar a presença dele.

Cadelas tem menopausa – Estro

Quando a cadela entra nessa fase, a secreção sanguinolenta já não está mais presente e, a vulva já começa a normalizar.

Os folículos, por sua vez agora entram na fase final de amadurecimento e, a quantidade de estrógeno começa a diminuir.

Aqui começa a haver uma leve produção de progesterona e, o hormônio luteinizante (LH) vai ter um pico.

Então, a ovulação tende a acontecer por volta de 40 a 50 horas depois do pico hormonal. Isso finaliza esta etapa que costuma demorar entre 4 e 12 dias, mais ou menos.

Diestro

O diestro é uma etapa longa, que ocorre tanto em cadelas gestantes quanto nas não gestantes.

No caso de a fêmea estar prenhe, esse período demora entre 56 e 58 dias. Mas caso ela não esteja, isso pode chegar a até 90 dias.

Cadelas tem menopausa – Anestro

Esta fase é a mais longa e, é tida como sendo uma etapa de quiescência reprodutiva. E caso a cadela esteja gestando, há involução uterina e renovação endometrial.

Conclusão

As cadelas não tem menopausa, mas ainda assim continuam tendo ciclos estrais a vida toda e, é preciso ter cuidados específicos em relação a isso.