Um filhote de cachorro pode tomar sol em algumas circunstâncias muito específicas. Afinal de contas, você precisa se atentar para garantir que o sol não atrapalhe o desenvolvimento do cão e nem traga problemas.

Por isso, criar um ambiente adequado, confortável e com luz solar controlada é o que de melhor você pode fazer para o seu cão filhote e também adulto.

Mas se o cão é recém-nascido, então o melhor é deixá-lo perto da mãe em um lugar escurinho e confortável. A mãe saberá o que fazer para cuidar dele nos primeiros dias!

Continue lendo este artigo do Portal do Dog e saiba mais sobre o tema.

cão na praia

Evite horários de sol em que os raios UV estão mais fortes – Foto: Freepik

Será que filhote de cachorro pode tomar sol?

Em geral, sim. Afinal, um filhote de cachorro está em desenvolvimento e o sol ajuda muito a constituir determinados nutrientes e vitaminas para o cão filhote.

No entanto, é preciso ter muito cuidado nesse momento. Afinal, os cães já devem estar desmamados e brincando sozinhos. Nessas condições, pegar um pouco de sol controlado não será um problema.

No entanto, cães recém-nascidos e que tem pouquíssimos dias de vida, esses não devem pegar sol.

Afinal, os cachorros recém-nascidos são muito sensíveis e de maneira geral devem ficar perto da mãe o máximo de tempo possível. Ela saberá como protegê-los e cuidar deles.

O sol, em cães filhotes muito jovens, pode facilmente queimar a pele. Afinal, eles ainda não têm os pelos formados e o sol ficará incidindo sobre a pele por muito tempo.

Além disso, cães recém-nascidos ficam com os olhos fechadinhos por algum tempo, pois os olhos são muito sensíveis. Logo, se pegar sol ou luz forte, isso será muito desconfortável.

Portanto, se você tem cães filhotes já grandinhos, o sol controlado não será um problema.

Mas se você tem filhotes recém-nascidos, então sim o sol pode ser um problema grave, provocando queimaduras na pele e até lesões nos olhos.

Quando cachorro de filhote pode tomar sol

Um filhote de cachorro pode tomar sol em várias circunstâncias da vida: passeios, brincadeiras, no quintal ou na varanda. Esses momentos passageiros são os melhores momentos.

No entanto, a fase de vida filhote é muito delicada e os cães ainda são muito sensíveis nesse momento. Portanto, é preciso ter muito cuidado com algumas coisas, inclusive com o sol.

Nunca deixe os filhotes recém-nascidos pegarem sol. Eles precisam ficar quentinhos e perto da sua mãe. O controle da temperatura deve, primeiramente, se equilibrar na vida dos cães filhotes.

Depois que o controle da temperatura corporal estiver amadurecido, então sim você pode levar o cão para pegar sol em passeios ou brincadeiras externas.

Mas quando os cães ainda estão na fase de filhote e com poucos dias, sequer os olhos deles estão abertos. Afinal, os olhos são sensíveis e a luminosidade é muito prejudicial.

Quando os cães já tiverem os pelos formados e maduros e a temperatura corporal equilibrada, esse é um momento mais confortável para levá-los ao sol.

Mas antes disso, pode ser muito prejudicial, causando queimaduras, desconfortos e até alguns problemas graves nos olhos.

cão na praia

Se você vai levar o seu cão ao sol, não esqueça do protetor solar canino – Foto: Freepik

Por que o sol é importante para os cachorros?

O sol é importante para os cães. Mesmo na fase filhote, eles devem pegar sol – só que de maneira muito mais controlada e equilibrada. E nunca na fase de recém-nascidos.

Afinal, o sol ajuda em muitos fatores que estão diretamente relacionados com a saúde física e mental dos cães.

Veja a seguir:

Vitaminas

O sol é estimulante para diversos tipos de coisas no corpo dos humanos e mamíferos em geral. Além disso, as plantas também se beneficiam muito do sol. Isto é: o sol é importantíssimo!

Portanto, é muito importante que os cães peguem sol para desenvolverem vitaminas, como a vitamina D.

Ela é fundamental para a saúde do cãozinho e, caso esteja em defasagem, pode trazer desequilíbrios emocionais e físicos para o cão.

Filhote de cachorro pode tomar sol – Bem-estar e saúde mental

O sol, além de tudo, traz muitos benefícios físicos e mentais para os cães. Isto é, eles podem se sentir mais “felizes” e motivados em dias de sol.

Principalmente porque nesses dias é que eles podem fazer o que gostam fora de casa: passear, cavar, gastar energia, etc.

Isso tudo ajuda o cão a ter a sua saúde mental equilibrada. Isto é, ele não fica ansioso, estressado, com medo e com outras condições emocionais prejudiciais.

Portanto, é fundamental que os cães tomem sol de maneira segura e saudável.

Inclusive, veja a importância do protetor solar para cachorros.

Filhote de cachorro pode tomar sol – Saúde física

E por fim, o sol ainda ajuda muito na própria saúde física do bichinho. Afinal, como você entendeu, a vitamina D é estimulada nos cães e ela é muito importante.

Além disso, o sol estimula os cães a brincarem e eles têm mais oportunidades de sair de casa com seu tutor.

Logo, com isso, os cães acabam adquirindo uma melhor condição de saúde. Afinal, você sabe: os cães precisam praticar exercícios físicos constantes!

O sol acaba motivando ainda mais o tutor a sair com o seu cão e, como consequência, o cão pratica atividades físicas também.

O sol é muito bom para os cães, desde que haja segurança e equilíbrio.

Inclusive, a seguir, veja algumas dicas de como dar banho de sol de maneira saudável no seu dog!

filhote de cachorro pode tomar sol

Cães recém-nascidos não devem ser expostos ao sol por conta da sua fragilidade – Foto: Freepik

Como dar banho de sol adequadamente no seu cachorro

Os banhos de sol são muito importantes, conforme você já entendeu.

No entanto, é preciso dar esses banhos de sol de maneira adequada e segura no seu cachorro!

Filhote de cachorro pode tomar banho de sol, mas com alguns cuidados importantes. Já os recém-nascidos, não devem pegar sol.

Veja as dicas a seguir:

  • Evite saídas em momentos de muito calor.
  • Não deixe o cão exposto ao sol por muito tempo.
  • Cães com pelos ralos podem ter câncer de pele.
  • Cães braquicefálicos tem temperatura elevada.

Evite saídas em momentos de muito calor

Não é preciso nem dizer que, os momentos de muito calor e sol excessivo, são muito prejudiciais para os cães, não é mesmo?

Afinal, esses dias costumam ser muito desagradáveis e, dependendo do seu cão, ele pode passar mal com o calor excessivo.

Além disso, o sol pode queimar a pele do bichinho e ainda pode causar queimaduras nas patas, já que o chão da calçada vai estar fervendo!

Portanto, opte por saídas em horários controlados e quando os raios UV estiverem baixos, que é antes das 10h e depois das 16h.

Não deixe o cão exposto ao sol por muito tempo

A exposição longa ao sol é um problema grave para o seu cão. Afinal de contas, o sol traz queimaduras na pele e pode gerar muito desconforto e dor para o dog.

Portanto, não deixe o seu cão exposto ao sol por muito tempo. Evite situações de exposição constante ao sol.

O mais indicado é que você garanta sombra e água fresca em momentos de passeio.

Além disso, procure sair e deixar o cão no sol somente em horários “bons de sol”, como antes das 10h e depois das 17h.

Cães filhotes e cães com o pelo ralo devem ter ainda mais cuidado com o sol, e você precisa se atentar para isso!

filhote de cachorro pode tomar sol

Cuidados ao expor o filhote de cachorro ao sol – Foto: Freepik

Cães com pelos ralos podem ter câncer de pele

Os cães com pelos baixinhos e ralinhos podem ter mais problemas com o sol do que você imagina. Afinal, os raios UV estão ali diretamente na pele – e isso pode ser um problema grave.

O câncer de pele pode surgir a partir de queimaduras de sol e excesso de exposição a radiação solar.

Cães como o Pitbull, Boxer, Dogo Argentino, Bull Terrier, entre outros, tem o potencial de desenvolver problemas de pele – como o câncer de pele em cães.

Portanto, todo o cuidado é pouco com o seu cão no sol.

Cães braquicefálicos tem temperatura elevada

E por fim, os cães que são braquicefálicos também pode ter sérios problemas com o sol. No entanto, vai além do sol: tem a ver com o calor e a temperatura.

Afinal, esses cães geralmente têm a temperatura corporal super alta. Logo, eles não podem ficar no calor/sol.

Se eles ficarem expostos a ainda mais calor, eles podem passar muito mal e ter uma péssima qualidade de vida.

Cuide do seu dog!