Para quem tem felinos em casa, é fundamental saber o que fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa. 

Com o instinto desses animais, é bem comum que eles sejam curiosos e, que saiam por aí perseguindo insetos com certa frequência. 

No entanto, a picada de abelha ou vespa pode provocar reações alérgicas e inflamatórias no animal, de modo a causar até mesmo alguns sinais bastante graves. 

Sendo assim, a preocupação com isso é realmente válida. Para te ajudar a se preparar para uma situação como essas, nesse texto falaremos sobre o que fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa. Acompanhe! 

gato na caixa

Gato na caixa. Fonte: Freepik

Entenda a diferença entre o gato ser picado por abelha ou vespa

A primeira coisa a se saber em relação a isso é que no caso de uma picada de abelha, o ferrão permanece preso na pele do animal. 

Além disso, a abelha injeta todo o seu veneno e, depois disso acaba morrendo. A vespa, por sua vez, não morre. 

E é justamente por isso que os gatos costumam reagir de maneira mais negativa à picada de uma abelha em relação à de vespa. 

Apesar disso, ambos os tipos de insetos e as suas respectivas picadas podem provocar alergias. 

É perigoso se um gato for picado por uma vespa? 

Gato comendo areia

Gato comendo areia. Fonte: Freepik

Muita gente tem essa dúvida, uma vez que é mais comum os animais serem picados por abelha. No entanto, a picada de vespa também é extremamente perigosa. 

Dependendo da resposta do animal e do nível de sensibilidade dele, pode ocorrer inclusive um choque anafilático, o que é potencialmente fatal. 

Por sorte, para a maioria dos gatos a picada só inflama, ocasionando dor local, mas não é tão potencialmente fatal. No entanto, o local fica inchado durante algumas horas. 

Se o gatinho for alérgico, é possível que haja dificuldade para respirar, de modo que se percebe facilmente a respiração acelerada ou sintoma de falta de ar no animal. 

Caso ocorra o choque anafilático, a função cardíaca pode ser prejudicada, provocando palpitações, arritmia ou, até mesmo uma parada cardíaca em casos extremos. 

Fique atento aos sinais e, se perceber que as mucosas do animal estão se tornando mais azuladas, esse é o principal sinal de cianose. 

Isso indica que o gato não pode respirar e, a situação pode leva-lo à morte. Nesse caso, é preciso entrar em contato com um veterinário imediatamente, prestar os primeiros socorros e levar o gato até o consultório rapidamente. 

Entenda o que provoca a reação à picada de vespa

Gato siamês. Fonte: Freepik

Uma informação bastante interessante sobre as vespas é que elas conseguem picar mais do que uma vez. 

Dessa forma, elas conseguem injetar o alérgeno várias vezes, gerando assim uma reação exagerada, que é potencialmente perigosa para os animais. 

De acordo com os conceitos de imunologia, a primeira picada não vai ocasionar sintomas. Mas ela fará com que o corpo do animal comece a produzir anticorpos conta aquele antígeno. 

Esse processo é conhecido como sensibilização. A partir disso, quando o gato for picado por vespa novamente, poderá ter uma alergia do tipo 1, ou imediata. 

Bastam poucos minutos para que várias substâncias alérgenas se liguem aos anticorpos, o que pode provocar uma inflamação. 

Isso acontece porque o encontro de antígenos e anticorpos promovem a liberação de mediadores de inflamação, como é o caso da histamina e das prostaglandinas, por exemplo. 

Essas substâncias promovem a dilatação de vasos, diminuindo a pressão arterial, levando à formação do edema. 

Ocorre ainda estreitamento dos brônquios, dificultando assim a respiração. 

O que acontece quando o gato for picado por abelha?

gato assustado

Gato assustado. Fonte: Freepik

A curiosidade e instinto de caça dos gatos faz com que eles sejam picados por abelhas com frequência. 

Isso acontece ainda com mais frequência nos dias mais quentes e a intoxicação pode provocar danos muito graves. 

Nesse tipo de acidente, o animal costuma apresentar inflamação do local da picada, bem como reações alérgicas. 

Mas obviamente, a gravidade dos sinais observados depende da quantidade de veneno que foi injetada e, do nível de sensibilidade do animal a isso. 

Principais sinais da picada de abelha em gatos 

gato

Gato malhado. Fonte: Freepik

Antes mesmo de saber o que fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa, é fundamental perceber quais são os principais sinais de que isso aconteceu. No caso da picada de abelha, o animal pode apresentar os seguintes sintomas: 

  • Inchaço localizado;
  • Demonstrar dor;
  • Miados excessivos;
  • Lamber demais o local inchado; 
  • Ferrão presente no local acometido;
  • Febre;
  • Tosse;
  • Diarreia

Ao perceber alguns desses sinais, é importante tentar identificar se realmente se trata de uma picada de abelha. 

Em caso de dúvida, leve o animal imediatamente para uma consulta com o veterinário de confiança. 

O que fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa? 

gato de pelo bonito

Gato de pelo bonito. Fonte: Freepik

Ao identificar que o gato foi picado por abelha ou vespa, é muito importante saber quais medidas tomar para evitar prejuízos maiores ao animal. 

Sendo assim, veja a seguir algumas dicas fundamentais sobre isso. 

Se o gato for picado por abelha ou vespa: analise o estado geral do animal 

A primeira coisa a se fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa é analisar o estado geral de saúde dele. Para isso, veja o que é mais importante: 

Busque por sinais de reações graves à picada

Gato for picado por Abelha

Gato lindo. Fonte: Freepik

Assim que você suspeitar de que o seu gato foi picado por uma abelha, a primeira coisa que você precisa fazer é buscar por sinais de uma reação mais grave. 

Se você perceber que existe alteração do ritmo respiratório, dos batimentos cardíacos, o rosto inchou de repente ou se o animal estiver vomitando, leve-o imediatamente a um centro médico veterinário. 

Se o gato for picado por abelha ou vespa: procure descobrir o que picou o gato 

É importante identificar qual é o animal que picou o gato, uma vez que o tratamento é diferente em cada caso. 

Se você vir o inseto picando o animal, fica mais fácil. Mas se você não tiver a certeza, se baseie no fato de que o na picada da abelha o ferrão fica preso na pele. 

Se o gato for picado por abelha ou vespa: localize a picada 

Gato for picado por Abelha

Gato pequeno. Fonte: Freepik

É importante também identificar exatamente qual é o local onde o animal foi picado. Nesse sentido, busque por sinais de vermelhidão, sensibilidade e inchaço. 

Se perceber que a picada foi na boca ou garganta, é importante levar o animal ao veterinário imediatamente. O mesmo vale para múltiplas picadas. 

Primeiros-socorros

Não há dúvidas de que o veterinário é a pessoa mais adequada para consultar o animal e avaliar a gravidade do problema. 

Apesar disso, existem algumas coisas que você pode fazer em casa mesmo. Veja quais são elas: 

Se o ferrão estiver na pele, remova-o

Uma das coisas a se fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa é tentar remover o ferrão para minimizar infecções e maiores problemas. 

Você vai visualizar o ferrão como um pontinho preto. Tente raspar ele, raspando com a unha, faca de manteiga ou com um cartão de crédito. 

Evite usar os dedos ou uma pinça para não lesionar a região. 

Se o gato for picado por abelha ou vespa: aplique uma compressa fria 

Gato for picado por Abelha

Gato de língua pra fora. Fonte: Freepik

A compressa fria ajuda a diminuir consideravelmente a inflamação e o inchaço. Para isso, você pode enrolar cubos de gelo colocados em uma sacola e envolvido em uma toalha. 

Faça a compressa durante mais ou menos cinco minutos. Dê um intervalo e aplique novamente. 

É claro que tudo isso vale para caso o gato esteja se sentindo bem e, não tenha nenhum sinal de maior preocupação. 

Em casos graves, não aplique nada e nem faça nenhum procedimento que você não tenha certeza de que seja realmente adequado. 

E lembre-se de que apenas o médico veterinário está apto a prescrever medicamentos e eventuais tratamentos para o animal caso isso seja necessário. 

Como prevenir as picadas de abelha ou vespa? 

Obviamente, é extremamente complicado conseguir manter o animal sob os seus cuidados o tempo inteiro.

Principalmente quem trabalha, pode passar muitas horas fora de casa e, nesse tempo o animal fica sozinho. 

Infelizmente, podem acontecer problemas com ele nesse período. E nesse caso, a melhor maneira de evitar qualquer acidente com picadas é deixar o ambiente bem protegido. 

Procure deixar as flores longes dos gatos para evitar a visita de abelhas na mesma área em que o animal fica. 

Gato for picado por Abelha

Gato de óculos. Fonte: Freepik

Obviamente, se você perceber que existem colmeias por perto, procure colocar o gatinho em um outro ambiente, que seja mais afastado, de modo que o felino fique mais bem protegido. 

Em casos de animais que são alérgicos, pode-se leva-lo ao veterinário para injeções preventivas contra picadas de abelha e outros insetos. 

É importante falar que se ocorrerem muitas picadas simultaneamente, as reações podem ser bem graves e, até mesmo levar o gatinho à morte. 

Por fim, algo que é mais difícil é tentar ensinar o animalzinho de que ele não deve mexer com esses insetos. 

Conclusão 

Saber o que fazer quando o gato for picado por abelha ou vespa é algo fundamental para qualquer tutor de felinos. 

Em alguns casos a picada pode se tornar uma emergência e, quando isso acontece é necessário agir rapidamente e legar o gato até o veterinário. Caso o caso não seja grave, pode-se prestar os primeiros socorros em casa mesmo.