Você sabe como treinar cachorro? Pois bem, esta é uma dúvida que permeia milhares de pessoas donas de cãozinhos pelo mundo. Na verdade,  treinamento nada mais é do que um condicionamento. E este condicionamento por si só vai garantir que o cachorro se acostume com determinados comportamentos e rotinas da sua casa.

O treinamento não é só uma forma de educar e fazer o animal se comportar. É também uma forma de fazê-lo se sentir mais confiante, saudável e feliz. Afinal, um adestramento de cachorro é uma das formas mais eficazes de controlar diversos anseios do animal, como estresse, ansiedade e latidos em excesso.

A vida dos cães são repletas de sentimentos. Na verdade, eles vivem a base de sentimentos. Pois percebem a felicidade ou tristeza de seus tutores e isto automaticamente contagia eles. Por isso, é importante que haja um controle mental e comportamental neste sentido. Afinal, quando eles desconhecem os limites, dificilmente serão felizes de forma equilibrada.

Quer entender mais sobre o assunto? Então acompanhe algumas dicas!

como treinar cachorro

Foto: Freepik

Como treinar cachorro – O que levar em consideração?

Para começarmos a entender como treinar cachorro, precisamos levar em consideração algumas questões importantes relacionadas a saúde do animal e também ao comportamento dele. É fundamental que você entenda que um cão não é um ser humano. Logo, algumas situações não podem ser comparadas e nem utilizadas como forma de treinamento.

Por mais que acreditamos no potencial do nosso pet, precisamos entender que ele tem limites. E estes limites precisam ser respeitados. Caso contrário, o treinamento será muito mais prejudicial do que positivo. Por exemplo, um cachorro filhote que ainda está começando sua vida, tem muito mais potencial de aprender alguns comportamentos, do que cães idosos.

No entanto, isto não significa dizer que o adestramento de cães idosos é inviável. Pelo contrário. É extremamente possível treiná-los para que tenham uma vida mais digna e tranquila após a idade chegar. Mas, neste caso, é preciso um pouco mais de calma e um pouco mais de técnica.

Para saber mais, continue lendo.

Comece a treiná-lo quando ainda é filhote

O primeiro passo para entender como treinar cachorro, é levar em consideração a idade do animal. Começar os treinamentos quando o cão ainda é filhote é uma das melhores formas de garantir o sucesso da operação. Afinal, um cachorro filhote ainda está na sua fase de aprendizado e conhecimento. E isto é ótimo, pois ele começa a treinar e aprender comportamentos sem nenhum tipo de vício ou manias.

Por mais que seja mais “fácil” de treinar um cão filhote, não quer dizer que é simples. É preciso muita dedicação e esforço para que o animal sinta-se bem com tantos ensinamentos. É claro que, no longo prazo, tudo isto fará muita diferença. Mas no ato, nem sempre o cachorro entenderá isso. E, neste caso, é preciso calma e tranquilidade.

Jamais brigue ou cobre situações do seu cão das quais ele não tem muita noção ainda. Por exemplo, se ele fazer xixi no lugar errado ou rasgar uma almofada, saiba que a fase de filhote é assim mesmo. É possível corrigir, mas nunca punir de forma violenta. Seja física ou verbal. Isto não será positivo para a mente do cão e ele se tornará um cachorro depressivo facilmente.

como treinar cachorro

Foto: Freepik

Brinquedos podem ajudar

Os brinquedos podem ser ótimos aliados no seu entendimento de como treinar cachorro. Afinal, estes objetos podem fazer parte do seu “arsenal” de adestramento, uma vez que serão muito importantes para simular e insinuar situações. Por exemplo, você pode ensinar seu cachorro a buscar algum objeto, arremessando-o longe e, quando ele trouxer até você, premiá-lo com um biscoito canino.

Além disso, os brinquedos são excelentes formas de proporcionar diversão ao cão. E esta é uma dica importante: o cachorro precisa se entreter com os treinamentos. Caso contrário, tudo não passará de um momento de tédio para ele. E um cachorro entediado pode significar muitos problemas para o tutor, principalmente se o processo de treinamento estiver no início.

Sabemos que um treinamento nem sempre será fácil para o animal. E por isso, ele precisa sentir-se motivado toda vez que você começar a treiná-lo. Para isso, a utilização de brinquedos e objetos divertidos pode ser uma alternativa, visto que o animal sentirá mais prazer em realizar as atividades.

Use palavras curtas e de ordem

Por mais que você acredite que um cachorro entenda absolutamente tudo que você fala, ele não entende. Ele pode até demonstrar empatia quando você conversa com ele. Por exemplo, balançar o rabo, latir, pular, etc. Mas isto não significa que ele está entendendo o que você está falando. Embora ele entenda que você está interagindo. E isto, para os cães, é fantástico.

Desta forma, em um treinamento de cachorro, você também poderá utilizar palavras para que ele condicione alguma situação. Porém, estas palavras precisam ser curtas e secas. Por exemplo, se você não quer que o cachorro faça determinada situação, você não pode dirigir uma frase grande para ele. Precisa dizer um “não!”, curto e seco.

Este tipo de expressão faz com que o animal entenda que ele está fazendo algo que não pode. Embora ele não saiba o que é, com o tempo, ele entenderá que este som (não!), quer dizer que ele precisa parar de fazer o que está fazendo. Ensinar o cão o que é não pode ser uma excelente forma de treiná-lo.

como treinar cachorro

Foto: Freepik

As recompensas precisam existir

Da mesma forma que um cachorro consegue ser condicionado a determinados tipos de situações, eles precisam ser estimulados a isso. Ou seja, é fundamental que você ofereça recompensas para o animal, de forma que ele queria ganhá-las. Isto ajuda muito no desenvolvimento de atividades e realização de tarefas.

Por exemplo, se você quer ensinar o seu cão a buscar a bolinha, talvez ele até faça isso de forma espontânea. Mas, se não fizer, você pode mostrar pra ele que se ele fizer, terá uma recompensa. Desta forma, ele se condicionará a receber a recompensa e, como consequência, executará a tarefa.

Os petiscos para adestramento podem ter diversos gostos e sabores. O mais importante é encontrar aquele que seu cão adore e, toda vez que ele cumprir uma meta ou objetivo do treinamento, ofereça a recompensa. Embora isto pareça um pouco de chantagem, não há outra alternativa de fazer os animais entenderem.

Afinal, eles não são racionais para captar determinadas mensagens. Mas são espertos o suficiente para saber o que precisam fazer para ganhar um biscoitinho gostoso!

Dê tempo ao animal

Esta talvez seja uma das dicas mais importantes de como treinar cachorro. Você precisa dar tempo ao animal! Ele não é capaz de processar as informações tão rápidas quanto nós, humanos. E, por este motivo, é fundamental que você use a sua racionalidade para entender a situação e deixar que o cachorro desenvolva as habilidades com o tempo.

Paciência é uma das melhores ferramentas que você pode explorar em qualquer adestramento. Afinal, com ela você deixará o cão muito mais a vontade para aprender no tempo dele, sem forçar e sem pressionar. E, quando o cão sente-se a vontade para executar funções e conquistar objetivos, os resultados são muito mais promissores.

adestramento

Foto: Freepik

Contrate um profissional capacitado

O adestramento de cães é assunto sério. Exige trabalho. Exige tempo. Exige inteligência. E tudo isto só será possível, quando feito por um profissional capacitado ou alguém que tenha os conhecimentos básicos de como treinar cachorro. Sim, você mesmo pode criar algumas tarefas para condicionar o seu pet. Mas isto não significa que você deve abrir mão de um profissional.

Um profissional conhece os limites do animal e sabe por quais caminhos seguir. Afinal, não existe uma receita mágica e pronta para aplicar com todas as raças. O adestramento de um Pinscher Miniatura pode ser completamente diferente de um Rottweiler, por exemplo. E é preciso encontrar os melhores caminhos para cada raça. Coisa tal que um profissional capacitado tirará de letra!

Tenha objetivos claros com o adestramento

Outro ponto fundamental para o adestramento do seu cachorro, é ter objetivos claros e bem definidos para tal. É importante que você entenda que um cachorro é moldado por condicionamento. Ou seja, ele será condicionado a situações.

Por exemplo, os cachorros que tem medo de fogos de artifício, geralmente se condicionaram instintivamente a ter esta fobia. Neste caso, o barulho incomoda os ouvidos e pode gerar até mesmo complicações mais sérias no animal.

Assim sendo, quando o cão ouve o estes sons, ele já sabe do que se trata. Não há confusão. Há objetividade. E é disso que os cachorros precisam: objetividade. Você precisa entender que o animal não conseguirá captar qualquer tipo de treinamento, se houver confusão nos passos ou mesmo um desconhecimento da “linha de chegada”.

É preciso utilizar objetivos claros e curtos para que o cachorro sinta-se capaz o suficiente de entender o que ele precisa fazer. Foque até que o cão compreenda determinada necessidade e, somente após disso, parta para outro exercício. Caso contrário, ele poderá se confundir, ficar nervoso e estressado. E isto não é bom para a saúde do cão.

cachorro adestrado

Foto: Freepik

Veja também: Como saber se o cão está estressado?

Comece aos poucos e não confunda o animal

Entender como treinar cachorro é também entender que os animais precisam de calma. Jamais apresse uma situação de adestramento, pois o cachorro poderá sentir-se desconfortável e dificilmente ele continuará aplicado e disciplinado. Por isso, recomendamos que você comece aos poucos.

E isto independente se o cachorro for idoso ou filhote. Começar as atividades com calma faz com que os cães possam se sentir muito menos incomodados. Afinal, um adestramento por si só já tira o cachorro da zona de conforto. E, quanto isto acontece, nem sempre ele associa com algo positivo.

Por isso, é preciso ter muito equilíbrio na hora de executar as funções. É preciso premiá-lo e entregar muito carinho e amor para que ele entenda que tudo aquilo é para o bem dele e, de alguma forma, ele continue repetindo pois sabe que o fim é recompensador. Jamais introduza atividades extremamente difíceis no início. Afinal, o cão não entenderá, não conseguirá executar e você ficará frustrado por não conseguir treiná-lo.

Os sinais de estresse no cachorro serão claros a partir do momento que houver incoerência, falta de objetivos curtos e claros e excesso de atividades sem recompensas. Por isso, muita calma e tranquilidade!

Entenda o comportamento do animal

Dentre tantas dicas para adestrar um cachorro, talvez entender o comportamento do animal é uma das que mais fazem diferença. Quando estamos falando em condicionamento, também estamos falando de repetição. E a repetição é uma das melhores formas de constituir um comportamento em um cachorro. Mas, antes mesmo de constituir este comportamento, é preciso entender o comportamento que o cão já tem.

E para isso, recomendamos que você faça observações e tente descrever todos os costumes e manias que o cachorro possa ter desenvolvido. Se ele for filhote, talvez ainda não haja um comportamento muito bem definido. Mas se for um cachorro com um pouco mais de idade, é fundamental levar em consideração estas situações. Pois durante o treinamento, estes comportamentos precisam ser respeitados. Caso contrário, o animal pode se irritar e não corresponder ao que você pretende que ele faça.

Além disso, o carinho é fundamental. É a base de tudo para que o animal sinta-se bem, feliz e disposto a atender as necessidades do tutor. Por isso, esteja sempre demonstrando o quanto o você ama o cão e faça-o sentir o seu carinho e presença. Ele vai adorar e, com o tempo, estará treinado. Boa sorte!